Os 5 gastos mais úteis do ano de 2021

Continuando com a tradição que comecei em 2019, listo quais foram os 5 gastos mais úteis no ano de 2021.

Fazer essa avaliação anual tem sido interessante, pois tenho a oportunidade de rever os gastos que tive ao longo do ano, permitindo assim, que as minhas compras sejam cada vez mais conscientes e acertadas.

  • carro
  • plano de saúde
  • gastos com Felicidade
  • álbum de fotos
  • sessões de fonoaudiólogo

Carro

Em agosto deste ano, eu finalmente decidi comprar um carro.

Não comprei quando casei, não comprei quando tive minha primeira filha, não comprei quando minha segunda filha nasceu, mas comprei este ano, por causa da pandemia.

Faz 4 meses que eu estou com o carro, e posso dizer: como é bom ter um carro. Eu reconheço todas as vantagens de não ter um carro, mas também reconheço as vantagens de ter um carro.

O carro trouxe bem mais mobilidade, maaaas… não posso negar que os gastos também aumentaram, não só pelos custos associados (estacionamento, seguro, produtos para limpar o carro, minha primeira multa…), mas também pela facilidade na locomoção.

Por exemplo, se antes eu fazia compras controladas no supermercado, pois depois eu teria a missão de voltar para casa carregando todas as compras no braço; com o carro, esse problema não existe mais. Ou seja, compro o que eu quiser e volto para casa carregada, o que faz com que eu volte algumas vezes com menos dinheiro no bolso.

Plano de saúde

Eu finalmente me encontrei num plano de saúde, depois de muita busca e procura incessante.

Durante muitos anos, tive a Unimed Paulistana, da qual gostava muito, mas faliu e fui obrigada a migrar de plano quando estava grávida.

Me orientaram para que eu migrasse para o Bradesco Saúde, e escolher o plano empresarial que era mais barato.

Só depois de um tempo que eu descobri onde estava a pegadinha. Além de eu ter que criar um CNPJ fake, o plano que iniciava com valores mais baixos, rapidamente eram reajustados de forma abusiva, com reajustes anuais de 21%, depois 47%, 22% e 30%, enquanto meu salário continuava com reajuste anual de 0%. Ficou claro que seria uma questão de tempo eu continuar nele. Os planos empresariais não são protegidos pela Agência Nacional da Saúde (ANS), ou seja, eu só tinha 2 opções: pagar sem reclamar ou sair do plano.

Também descobri que quando fazíamos algum procedimento caro, o valor da mensalidade era reajustado proporcionalmente. Mais tarde, a consultora do plano de saúde me explicou que quando temos um plano empresarial, eles fazem uma média do quanto essa “empresa” gastou para fazer o reajuste anual.

Outra coisa é que há uma cláusula nos planos empresariais que ambos podem reincidir o contrato a qualquer momento, ou seja, se eu tiver alguma doença com tratamento caro, será que eles poderiam me desligar do plano? Preocupante…

Em apenas alguns anos, o valor que começou relativamente baixo, se tornou impossível de pagar.

Depois migrei para o Grupo NotreDame Intermédica, plano empresarial, mas eu continuava incomodada demais em ter um CNPJ sem ter uma empresa. Então decidi migrar temporariamente para um plano que é chamado de adesão do próprio Grupo NotreDame, mas que também não era protegido pela ANS. Me livrei do CNPJ, mas continuava com os reajustes abusivos.

Para se ter uma ideia do que estou falando, em 2020, ano que iniciou a pandemia, meu plano adesão teve reajuste de 17% (e meu salário ainda com 0% de reajuste), enquanto os planos individuais e familiares tiveram percentual de reajuste negativo de -8,19%, já que a ANS entendeu que por conta da pandemia, houve queda nas despesas assistenciais. Isso mesmo, os planos de saúde do grupo individual e familiar foram obrigados a reduzir o valor da mensalidade, enquanto eu tive que pagar um reajuste de 17%.

Outro problema da NotreDame era que eu simplesmente não conseguia marcar médicos. Que raio de plano de saúde é esse que a gente tem dificuldade de marcar consulta com especialistas? Me sentia uma bola de pingue-pongue, indo de um lado para o outro.

Quando começou a pandemia, comecei a sentir medo, porque não sabia para onde iria, caso precisasse de algo emergencial.

Resolvi testar o QSaúde, um plano de saúde novo. Até disse para o marido, “ruim por ruim, vamos testar um outro plano de saúde”, e não é que eu gostei? Até o momento, só tenho elogios. O plano tem atendido muito bem a nossa família, tem um conceito bem similar ao plano de saúde Alice, que é ter um médico da família.

Estou sendo muito bem cuidada pelos médicos, e nunca me senti tão satisfeita e feliz em pagar por algo.

Gastos com Felicidade

Desde que li o livro “Die With Zero“, eu abri uma categoria nova nos meus gastos, e nomeei como “Gastos com Felicidade”. Nesta categoria, entra tudo o que pode trazer boas memórias, lembranças e momentos felizes para mim e para a família, desde passeios, viagens, incluindo mimos para as crianças.

É muito gratificante ver os gastos desta categoria crescer, pois significa que estamos vivendo o presente, tendo ótimas experiências em família.

Álbum de fotos

Este ano, consegui colocar em prática algo que me incomodava há muito tempo.

Quando eu era criança, eu adorava ver o álbum de fotos da minha família. Sentava na sala e passava horas folheando as fotos.

As fotos se tornaram digitais e depois que comecei a ter a minha própria casa, eu não tinha mais nenhum álbum, mas isso era algo que ainda não me incomodava, porque eu sempre tive acesso à pasta das fotos que ficava dentro de algum computador, ou em algum HD externo.

Até que minhas filhas nasceram.

Obviamente, elas não têm acesso ao meu computador, ou seja, não conseguem ver as fotos. E isso era algo que me incomodava, pois sempre lembrava de como era gostoso ser criança e folhear as fotos da família.

Então este ano, eu consegui imprimir alguns álbuns. Montei e imprimi o primeiro ano de cada uma das minhas filhas, imprimi também o álbum do meu casamento.

A minha ideia é ter um álbum novo todos os anos. No fim de ano, pretendo sentar com a minha família para escolhermos de forma democrática quais as melhores fotos para entrar no álbum do ano que está para terminar. De quebra, será um momento único, de ter gratidão e lembrar como foi o nosso ano.

Este item já estava na lista do ano passado e vai permanecer este ano. É o tratamento fonoaudiólogo da minha filha mais nova, e posso dizer que está sendo maravilhoso a evolução da fala dela.

Estes foram os meus 5 gastos mais importantes do ano.

Para quem tiver curiosidade, segue a lista dos anos anteriores:

Os 5 gastos mais úteis do ano de 2020

Os 5 gastos mais úteis do ano de 2019

~ Yuka ~

25 Comments on “Os 5 gastos mais úteis do ano de 2021”

  1. Bom dia amiga linda, como gosto de seus posts, esse ano me dei de presente um KINDLE, faz quase um ano que estou namorando um, eu simplesmente amei, adoro ler , foi uma compra que me deu uma alegria enorme , comprei também um liquidificador, sempre tinha que emprestar da vizinha(rsrsrs), tomei vergonha na cara e comprei um!!!

    Curtir

    • Oi Dri, eu também adoro meu kindle, mas sabe que ultimamente tenho preferido livro físico de novo? rsrs Esses dias comprei um livro físico, porque não tinha livro digital. Aí fiquei lendo, virando as páginas, e senti saudade… depois comprei mais um livro, também físico. Pelo jeito vou ficar alternando entre físico e digital rsrs. Beijos.

      Curtir

      • Yuka e Adriana, também estou nessa! Eu li tanto no meu Kindle que acho que ele até já se pagou! Eu tenho evitado comprar na Amazon ultimamente, mas tenho muita coisa já comprada, então dá pra alternar.
        O leitor, pra mim, é para aquele livro que eu só quero ler pra passar o tempo, leituras mais leves. Livros de não-ficção, eu tenho preferido a versão impressa.

        Curtir

  2. Essa ideia das fotos é realmente interessante, é uma forma de interagir um pouco mais no mundo real e também é como um backup já que as vezes pode acontecer de perdermos os arquivos por N motivos. Abraços

    Curtir

  3. Oi, Yuka! Um adendo:

    “Isso mesmo, os planos de saúde do grupo individual e familiar foram obrigados a reduzir o valor da mensalidade”
    Mas a ANS também permitiu cobrar o desconto este ano, em 12 suaves prestações. (insira aqui o emoji de palhaço)

    Curtir

    • Fiquei tão desiludida quando lembrei disso que nem comentei dos gastos, né? XD

      Mas considero plano de saúde um bom gasto também porque me deixa tranquila. Queria dizer que o Pilates foi outro, mas voltei há pouco tempo e já vou sair de novo por causa da nova variante. 😦

      Esse ano, consegui uma pequena reserva de emergência e, se meu salário atrasar, consigo pagar meus gastos fixos. 🙂

      Curtir

      • Oi Andrea, até entrar no Qsaúde, eu sempre oscilava entre “é bom, mas pago muito caro” e “pago barato, mas não serve para mim”. Agora acho que tá bom, tenho gostado do atendimento, dos médicos. Eu tô precisando fazer alguma coisa também, pilates seria bom, pensei também em tai-chi-chuan, pois ouvi dizer que é como se fosse uma meditação em movimento, mas e a preguiça que fala mais alto? rs

        Curtir

  4. oi Yuka, bom dia!

    A bicicleta, a bicicleta… 5 vezes. Fico me perguntando porque demorei mais de 25 anos para voltar a andar de bicicleta. Pena que agora está ficando muito quente para andar, então tenho que sair bem cedo para não me queimar e não morrer de calor.

    Comprei um kindle para mim também, mas eu já estava usando o do meu marido que estava parado. Eu tenho o aplicativo do kindle no celular e tablet há muitos anos, e já li muito nos dois, então achava que o kindle não seria necessário. Mas vi que realmente o fato de não ter outras distrações e não ter que silenciar todas as noites (eu sempre esquecia de fazer isso no celular), sem contar o tipo de tela, fazem muita diferença. Eu fiquei usando o dele quase um ano, mas daí ele se interessou de novo também, então comprei um para mim e devolvi o dele. Eu já estou tão acostumada que não me vejo comprando livro físico nunca mais. Ainda tenho quase 150 livros físicos, mas são de autores queridos ou livros que foram importantes por alguma razão. No kindle eu compro só o que vou ler imediatamente, ou seja, reduziu muito os livros comprados e não lidos.

    Plano de saúde é um problema realmente. O meu é muito bom em exames e cobertura hospitalar mas a parte de credenciados é bem fraca, então alguns médicos eu acabo pagando particular. Mas como tem participação do empregador, se eu sair e pegar outro, vou pagar muito mais. No caso específico da pandemia, o meu maior medo era esse, de precisar e não conseguir atendimento, porque os hospitais privados e públicos estiveram, em alguns momentos, completamente lotados na minha cidade.

    Eu fiz álbuns de viagens e da minha filha até ela ter uns 5 anos, acho. Fiz alguns tipo livro mesmo, mandando imprimir, que ficaram muito bonitos. Eu também tenho um mural grande, que cabe umas 20/25 fotos e imprimia essa quantidade uma vez por ano, tipo isso, as melhores lembranças do período. Só, sei lá porque, não troco as fotos há uns 3 anos. Acho que fiquei meio desmotivada com a pandemia, embora até tenha fotos legais de viagens de antes que não foram impressas.

    Beijo,

    Daniela

    Curtir

    • Oi Daniela, meu marido fala a mesma, coisa “por que eu demorei tanto para voltar a andar de bicicleta?” ele ama!!!!
      Eu também fiquei bem desmotivada com a pandemia, ainda não voltei ao meu normal, querendo ou não, entrei na estatística de como a pandemia piorou a saúde mental das pessoas como um todo.
      Um beijo!

      Curtir

  5. Os meu top 5 envolve mais serviços:
    – personal > fez toda a diferença em meu condicionamento físico e constância na academia. Eu, com 37 anos, estou com a disposição e físico melhor que nunca;
    – diarista > pela rotina de estudos, eu estava ficando exausta. Melhorou absurdamente minha vida;
    – terapia > não sei como teria aguentado mais um ano de pandemia sem;
    – fisioterapia > travei a cervical. Demorei semanas para ir, e me arrependo disso, pelo alívio que veio depois que fui.
    – micro-ondas > é, eu sei que todos tinha menos eu, mas veio e tá colaborando bastante bem.

    Não sou de comprar coisas em geral, mas esses serviços estão valendo cada centavo.

    Obrigada Yuka e comentaristas por dividirem sua lista S2

    Curtir

    • Oi Diana, ando querendo uma diarista também rsrs. Eu tenho muito receio de colocar outras pessoas dentro de casa, mas ando com muita dificuldade de fazer tarefas básicas que antes fazia sem preguiça. Como disse no comentário para a Daniela, essa pandemia me afetou bastante e ainda não consegui voltar ao meu normal. Esse recesso entre o Natal e o Ano Novo vai me fazer bem, espero que dê uma renovada nas energias. Um beijo.

      Curtir

      • O segredo é escolher bem a pessoa: deve vir com referências, se adaptar no que você acha importante, respeitar muito sua casa e sua família. As pessoas que passaram aqui foram verdadeiros anjos, tanto que trocamos mensagens ainda hoje (inclusive de feliz natal). Não tenha pressa, chame algumas para teste e veja o que seu coração diz. Vale muito a pena!

        Curtir

  6. Plano de saúde é aquele negócio que vc gasta pra nao usar. Parece que o Brasil vai na mesma direcao dos EUA. Tem gente que vai se aposentar e continuar trabalhando só pra continuar no plano de saúde da empresa. Ninguém merece. Belo post !

    Curtir

  7. Depois de um tempão sem entrar no seu blog pois, vida, comecei com este post e achei engraçado como desde que eu te conheço (virtualmente) várias coisas das nossas vidas foram se acompanhando. Lia sobre a Unimed e lembrava que bem na hora que o segundo tratamento de fertilidade estava chegando, faliu e terminei com a Transmontano ou algo assim que era horrível; quase passo à Notrealgo mas uma amiga falou o que vc disse. Engravidei na Transmontano mas por sorte meu marido tinha me colocado na Amil dele antes e fiquei com eles e foi muito bom. Este ano que foi economicamente muito difícil para nós não deixei de pagar o plano de saúde pois considero que comida, plano de saúde e escola (no nosso caso, pública não é uma opção pois onde moramos infelizmente não conseguimos vaga na que queremos e as que nos tocaram foram muito ruins) são investimentos e não gastos. Fono tenho que buscar para os dois por aqui mas só posso no plano de saúde o que tem sido uma odisseia. Se eu tivesse como pagar, sem dúvidas pagaria. E casualmente ontem falamos com as crianças que durante as férias vamos armar um álbum de fotos pois não temos nenhum de tantas mudanças e viagens e acho que está na hora das crianças desfrutar tanto quanto nós desfrutávamos de ver fotos durante a infancia. Um abraço!

    Curtir

  8. Excelente post, Yuka. Parabéns !
    Vc poderia comentar um pouco mais sobre sua experiência com o Qsaúde ?
    Estou comparando os planos similares (Alice, Kipp) e o Qsaúde realmente oferece algumas opções mais baratas, como o Qfácil, mas fico com uma pulga atrás da orelha com relação à qualidade de atendimento das clínicas credenciadas, por exemplo.
    Abraço

    Curtir

    • Oi Iuri, até o momento, eu não tenho nenhuma reclamação, e chega a ser surpreendente, pois sempre fiquei insatisfeita com a maioria dos planos de saúde (Bradesco eu gostei bastante, mas o problema era o preço). Como eu trabalho em São Paulo e moro em uma cidade próxima, o Qsaúde tem se mostrado muito acertado, pois cobre bons hospitais em caso de pronto-socorro e internação. Mas sinceramente, ainda não precisei usar nenhuma vez a visita presencial para um hospital. Estamos sendo atendidos por uma “médica da família”, no Albert Einstein, a família toda. Então meu marido, eu e minhas filhas, todos nós vamos para a mesma médica, o que facilita muito. Muitas das coisas que precisamos, a própria médica já consegue resolver (meu marido estava com ouvido entupido e ela resolveu, minhas filhas estavam com problema na pele e ela resolveu, e por aí vai). Quando precisei de uma consulta, faço o primeiro atendimento pelo teleatendimento, e quem me atende também são médicos do Albert Einstein, profissionais muito bons, eles já avaliam o que você tem e já prescrevem receita por e-mail, sem a necessidade de ir até o hospital. Pode ser que daqui a alguns meses eu tenha uma opinião diferente, mas até o momento, só tenho elogios, estou muito satisfeita por finalmente um plano atender minhas necessidades. Um beijo!!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: