É hora de repensar os gastos

Contas, Dinheiro, Moeda, Em Dinheiro, Finanças, Banco

Chega um momento (ou diversos momentos) da nossa vida que precisamos decidir se vamos ou se voltamos.

Tenho percebido muitas, muitas pessoas ao meu redor que estão com os gastos extremamente elevados para o salário. Ou seja, estão com o padrão de vida acima do que o salário permite. Pagam condomínio, algumas contas fixas como luz, internet, celular. Alguns pagam escola dos filhos, outros pagam plano de saúde, mas muitos, depois de pagar todos os boletos, não tem mais dinheiro para absolutamente mais nada.

Pensando nisso, vou compartilhas algumas dicas de como economizar de forma inteligente:

1.) Economize nas coisas grandes

De nada adianta ter gastos elevados na habitação, transporte, escola etc, e ficar contando moedas para economizar na luz, no gás, na cervejinha. Se é pra economizar, economize nos gastos grandes, ao invés de ficar focando nas economias pequenas. Vale muito mais a pena.

Se paga um aluguel de R$1.500 (ou qualquer outro valor), talvez valha a pena pensar em procurar com calma um de R$1.000. Nisso, já será uma economia de R$500 mensais. Muito melhor do que ficar sofrendo em economizar R$10 na conta de luz.

Claro que é importante considerar gastos pequenos, mas o foco maior deve ser nos gastos maiores, é onde o resultado aparece.

Eu mesma fiz isso ao fazer a mudança de cidade no ano passado. Eu tive tempo para procurar um imóvel que tivesse uma localização boa, tamanho confortável, e acabei me mudando um pouco antes do que imaginava quando encontrei o imóvel. Eu sabia que não iria encontrar um imóvel na região que alugamos naquele valor que estava sendo anunciado. A economia mensal foi de R$660.

O mesmo aconteceu com o plano de saúde. Em 2018, fizemos uma revisão dos valores do plano que tínhamos. Os reajustes anuais e a mudança de faixa etária estava exorbitantes. Em 2016, um aumento de 30%. Em 2017, outro aumento de 35% e em 2018 haveria não só o reajuste anual, como o reajuste de faixa etária. Será que iria beirar a 50% de aumento? Não duvidaria nem um pouco. Antes de tomar um novo susto, decidimos migrar para um outro plano de saúde. A economia mensal foi de R$1.000.

Outra coisa era o Netflix. Assinávamos o plano de R$32,90, até perceber que nunca assistíamos 2 pessoas simultaneamente aqui em casa, e com isso, fizemos o downgrade para o plano de R$21,90.

Tenho outros exemplos também, mas só nesses três exemplos, a economia anual é de R$20.052. Aí você pega uma parte desse dinheiro para fazer algo legal com a família, como uma viagem.

2.) Deixe dinheiro extra para os supérfluos, é o que traz alegria para viver

Mensalmente, eu e meu marido temos o que denominamos mesada. É um dinheiro que não precisamos prestar contas para a casa, posso fazer o que quiser com ele, ou seja, comprar supérfluos sem culpa. Faz muito bem ter esse tipo de gasto.

Apesar da nossa mesada não sofrer correção monetária há pelo menos 5 anos, estamos bastante satisfeitos e felizes.

3.) Evite desperdício a todo custo

Toda vez que eu desperdiço algo, eu tenho consciência de que estou rasgando dinheiro. Por isso, tente eliminar todo e qualquer tipo de desperdício, desde alimentos que vão para o lixo, roupas sem uso, produtos de higiene fora de validade etc.

O problema não é comprar em grande quantidade. O problema é desperdiçar.

Eu já dei várias dicas de como elimino desperdícios, visite aqui alguns dos posts para relembrar:

8 tipos de desperdícios: menos desperdício e mais dinheiro no bolso

Alimentação: 16 dicas para economizar sem sacrifícios

4.) Descadastre todos os e-mails de lojas

Receber alertas de promoção e novidades parece ser algo inofensivo no início, mas vai normalizando a cultura do consumo. Se não recebêssemos e-mails, muitos dos gastos nem seriam feitos.

No ano passado, apesar da preguiça, eu comecei a entrar na minha pasta spam e descadastrar todos os e-mails de lojas. No início, deu bastante trabalho, mas aos poucos, a quantidade de e-mails diários foi diminuindo e hoje, recebo poucos spams.

Eis que hoje, recebi um mailing de uma loja de móveis e decoração, e me surpreendi o fato de nem ter me lembrado mais da existência dessa loja há meses. Eu entrei no e-mail sem olhar as promoções, e me descadastrei. Se um dia eu precisar de algo, sei que vou me lembrar da loja. A loja não precisa ficar me mandando alertas a todo momento. Aliás, quanto menos eu souber das “novidades imperdíveis”, melhor.

5.) Reavalie os gastos fixos

Início do ano é um bom período para fazer isso. Eu particularmente gosto de fazer no fim de ano, assim, já começo o ano com as contas redondas.

É o momento que tiro para reavaliar todos os meus gastos. Se o plano de saúde está adequado à minha expectativa de custo x benefício. Avalio quanto pago de internet. Se há algum serviço de streaming ou assinatura que não está sendo usado.

No ano passado por exemplo, ao fazer essa avaliação, fiz upgrade de 2 serviços: melhorei a internet de casa por conta do meu trabalho e passei a assinar Disney Channel para as crianças. São dois gastos que se não fosse a pandemia, eu tenho certeza que não teria feito. Mas neste momento, achei interessante. Ano que vem, farei uma nova avaliação se permanecemos ou cancelamos o plano.

~ Yuka ~

18 Comments on “É hora de repensar os gastos”

  1. Yuka,

    Excelente post! Gostei da sua lista e dicas.

    “Economize nas coisas grandes” – seu raciocínio me fez lembrar do Princípio 80/20. O foco precisa ser no que trará mais retorno. E não o contrário.

    Muito interessante o que falou sobre a mesada não ter correção há 5 anos e mesmo assim vocês continuarem satisfeitos com ela.
    Seguir pelo caminho do consumo é receita certa para a insatisfação permanente, já que sempre existem novos produtos sendo lançados – muitos deles da categoria “necessidades desnecessárias”.

    No final das contas, precisamos de muito menos do que acreditamos precisar. Seu post ilustra bem essa questão.

    Boa semana!

    Curtir

    • Muito boas as dicas.

      Estou precisando urgentemente fazer um mapeamento de despesas , justamente visando enxugar e ter um controle maior nas finanças!

      Abraços.

      Curtir

      • É a melhor coisa que você pode fazer, mapear despesas. Há muitas despesas invisíveis, que passam batido. Eu acredito que conseguimos enxugar bem, se soubermos exatamente onde estamos gastando. No início, bate aquela preguiça, mas depois tudo vira um costume. Beijos.

        Curtir

    • Oi Rosana, estou lendo coincidentemente esse livro… Princípio 80/20. Acho que sem saber, já aplicava esse princípio na área financeira, agora falta aplicar no restante das áreas rsrs. Sobre a mesada, além de não recebermos correção monetária, depois que as crianças nasceram, começamos a comprar agradinhos para as nossas filhas, um sorvete aqui, um caderno de colorir, ou seja, sobra ainda menos para nós usarmos kkkk. Beijos e boa semana pra você.

      Curtir

  2. Obrigada pelas dicas!
    Adotei a seguinte estratégia para as compras com alimentação e material de limpeza: comprar em atacadão,zona cerealista e feira depois das 13h.
    Mesmo sendo só eu e meu marido o atacadão compensa e só vamos a cada 2 meses.
    Tanto que quando houve no início da pandemia a onda de desespero nos supermercados não vivemos pois ainda tínhamos “estoques”.

    Curtir

    • Olá Yuka e Marcela!
      Excelentes dicas, Yuka! Sobre os atacadões, Marcela, uma coisa que já reparei foi que entre os dias 20 e 30 de cada mês eles ficam muito mais barato. Só estou fazendo minhas compras nesse período.

      Curtir

      • Oi Claudia, até falei pra Marcela que no meu caso, o atacadão não deu certo. Como tem muitas coisas baratas, eu acabava colocando mais coisas do que precisava no carrinho. E se tem aqui em casa, a gente come rsrs. Agora uso o supermercado mais próximo de casa mesmo rsrs. Beijos.

        Curtir

    • Oi Marcela, eu comecei a frequentar atacadão depois que mudei de cidade, e após uns 4 meses, eu desisti. Eu descobri que no meu caso, eu acabo comprando mais do que preciso, e com isso, acabo gastando mais. Por exemplo, antes, eu comprava aqueles sucos de laranja natural quando tinha vontade de tomar. Depois que comecei a ir no atacadão, como sempre estava disponível aqui em casa, começamos a tomar que nem água kkk. Outra coisa, não costumo comer filé mignon todo dia, mas quando comprava lá, como só tem a opção de comprar em peça única, eu comecei a comer filé mignon assim, tipo sempre rsrs. E com isso, o barato acabou ficando caro. Apesar dos preços serem realmente mais baratos, eu decidi que iria parar de ir no atacadão, e passar a frequentar os supermercados do bairro mesmo hahaha.

      Curtir

    • Oi AC, esses dias estava comparando a quantidade de comida que compro por semana com uma amiga. Nossa, minhas filhas comem muito rsrs. O que dura 1 semana na casa dela, na minha casa dura 1 dia. Elas são umas draguinhas, comem o dia inteiro. A minha filha mais velha por exemplo, adora tomate. Eu compro 2 quilos de tomate, e depois de uns 3 dias já acabou. Quando ela percebe que não tem mais tomate, começa a comer pepino inteiro… e quando acaba o pepino, começa a roer cenoura. Teve um dia que eu vi ela comendo repolho… É uma coisa de doido. Quando elas decidem comer laranja, meu marido entra num looping que não consegue mais sair… ele descasca uma laranja e entrega, e quando está descascando para a outra filha, a mais velha pede mais. E ele começa a descascar de novo, e aí a minha filha mais nova pede mais, e entra num looping infinito kkkk.

      Curtir

  3. oi Yuka, bom dia,

    A dica dos gastos grandes é muito boa. Financiamento de imóvel e de veículo são os grandes vilões desse item. O aluguel pode ser também, mas é um pouco mais fácil de trocar por um mais barato, do que trocar um imóvel financiado por um de menor valor. Carro então, nem vou comentar porque é o horror, por causa dos juros envolvidos e da perda de valor. Escola dá para mudar todo ano também.

    Eu também concordo que os supérfluos dão alegria, e não precisam ser caros. Às vezes sair para tomar um sorvete e dar um passeio traz a mesma satisfação que almoçar em um lugar caro – isso no tempo pré pandemia quando eu ainda almoçava em algum lugar diferente da minha cozinha… Porque agora nem sorvete.

    Para quem está encalacrado mesmo, sempre tem a dica de começar pelas dívidas mais caras e trocá-las por mais baratas, em termos de juros.

    Outra questão são os gastos que de eventuais passam a habituais. Uma coisa que você fazia 2 vezes por ano e de repente está fazendo toda semana. Vale para restaurante, uber, viagem, quando vê aquilo virou um gasto fixo. Por isso que saber onde o dinheiro vai é sempre o primeiro passo, antes de cortar qualquer coisa.

    Eu faço a análise do gasto anual também. Quando a gente vê, é um pouquinho por mês que vira uma quantia razoável no ano.

    Beijo, boa semana!

    Daniela

    Curtir

    • Oi Daniela, realmente os supérfluos não precisam ser caros. Dá pra fazer bastante coisa legal gastando pouco dinheiro, nisso eu sou craque rsrs. A categoria que estou tentando reduzir é na alimentação, mas acho que não vai ter muito jeito. Conversando com minhas amigas, percebi que minhas filhas comem muito mais do que as filhas das minhas amigas. O que dura 1 semana, dura 1 dia em casa. Eu compro por exemplo um pedação grande de salmão, um pacote de alga nori pra fazer temaki, tudo isso vai numa única refeição rsrs. Nem posso reclamar, porque elas comem de forma saudável e comem de tudo. A fruteira que eu deixo perto da mesa, vai diminuindo numa velocidade incrível. Mas já estou pensando em algumas alternativas pra tentar controlar melhor o quesito alimentação, para não sair muito do orçamento rs. Beijos.

      Curtir

  4. “OIII COMO VÃO PESSOAL ACHEI TUDO MAGNÍFICO E COM CERTEZA TEMOS QUE CUIDAR MELHOR DA NOSSA SAÚDE E POR NOS ALIMENTARMOS BEM E VIVER CUIDANDO NÃO SÓ DA ALIMENTAÇÃO MAS TAMBÉM DA HIGIENIZAÇÃO E ATENÇÃO ESPECIAL PARA SAÚDE FÍSICA, MENTAL E ESPIRITUAL VAI SER MUITO BOM PARA NÓS.”

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: