FIREs: o quanto você está disposto a regar e esperar

Ecologia, Ambiente, Jardim, Jardinagem, Verde, Hobby

Com a constante redução da taxa Selic, o sobe e desce da bolsa de valores, o caos político, a crise econômica… vejo pessoas desesperadas e impacientes querendo começar a investir para enriquecer da noite para o dia. Não é à toa que a Bolsa de Valores teve seu salto no número de pessoas físicas desde o início da pandemia.

Mas “entre o plantar e o colher, existe o regar e o esperar”.

Antes de investir, é necessário controlar os gastos. Somente depois de acompanhar os gastos é que será possível rever os gastos. Com a revisão, será possível identificar excessos e enxugar gastos supérfluos.

Finalmente com dinheiro sobrando, será possível montar uma reserva de emergência. Também será necessário estudar sobre investimentos, já que é algo que percebi que não dá para terceirizar.

Mas daí eu pergunto:

Quantas pessoas estão dispostas a poupar e investir parte do salário todos os meses, por 10, 20, 30 anos para somente depois colher os frutos?

Quantas pessoas estão dispostas a sentar na cadeira e estudar tarde da noite, após trabalhar o dia todo, cuidar da casa e das crianças?

Muitos, se não a maioria, irão desanimar no meio do caminho e até desistir, quando a economia entrar em recessão e ver o patrimônio ser reduzido a pó.

Querem enriquecer da noite para o dia como num passe de mágica, não querem estudar, não querem correr atrás, ficam procurando de forma incessante a tal da fórmula mágica.

Para ter a tranquilidade financeira, é necessário fazer escolhas.

Pessoas dizem que querem empreender, mas não querem abrir mão do conforto atual, nem trabalhar por mais de 12 horas nos primeiros anos do negócio. Querem tudo, mas não estão dispostas a fazer nada, a abrir mão de nada, nem das pessoas, nem do tempo, nem do dinheiro.

Querem ganhar milhões apostando a sorte na mega-sena, mas não tem ouvidos quando alguém mostra o caminho das pedras para ficar rico devagar, de forma consistente, de forma lícita.

O que você tem plantado? Se a resposta for “nada”…. bom, já sabe o que te espera no futuro.

~ Yuka ~

 

29 Comments on “FIREs: o quanto você está disposto a regar e esperar”

  1. Apesar de a maioria das pessoas serem do perfil descrito (nada plantam e querem colher as o futuro), acredito que os mais iludidos são os que plantam bananas e esperam colher morangos. Os grandes desentendimentos que já tive (e sei que ainda vou ter) foram por causa de premissas equivocadas que pessoas próximas tomaram e esperaram resultados fantásticos.

    Beijos

    Curtir

    • Oi AC, ah verdade, tem esses iludidos também. Guardam 10 reais por mês e acham que vão se aposentar dignamente. A maioria das pessoas que conversei sobre investimentos, ficam maravilhados com a possibilidade da aposentadoria precoce…. mas quando mostro o que precisamos fazer, e por quanto tempo, todo mundo desistiu antes mesmo de começar rsrs. Beijos.

      Curtir

  2. Muito bom!
    O conhecimento é uma benção né? Quanto mais estudo, mais confiante me sinto de que estou no caminho certo e tenho as ferramentas para chegar a ser FIRE.
    É preciso mesmo estudar depois do expediente, é preciso cortar supérfluos, é preciso confiar que vai dar certo. E como você falou no seu post anterior, é preciso também saber a hora de ajustar as velas.
    Foi uma boa e rápida leitura hoje, obrigada Yuka. Bom domingo!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Muito bom!
    O conhecimento é uma benção né? Quanto mais estudo, mais confiante me sinto de que estou no caminho certo e tenho as ferramentas para chegar a ser FIRE.
    É preciso mesmo estudar depois do expediente, é preciso cortar supérfluos, é preciso confiar que vai dar certo. E como você falou no seu post anterior, é preciso também saber a hora de ajustar as velas.
    Foi uma boa e rápida leitura hoje, obrigada Yuka. Bom domingo!

    Curtir

    • Oi Ariane, o conhecimento é uma benção, e a internet abre o nosso mundo e a nossa cabeça (desde que usada da forma certa né rsrs). Outra coisa que vai sentir é que quanto mais você estuda, mais vai ver como é solitário esse mundo, porque absolutamente ninguém vai te acompanhar nessa jornada, na verdade, muitos vão até dar risada (não na sua frente, claro). Mas você vai saber que está no caminho certo, e vou além, você saberá que já está atravessando a ponte para chegar onde você quer estar. Só que as pessoas não sabem disso. Ainda. Rsrs. Beijos. Bom domingo pra você também.

      Curtir

  4. Bom dia, Yuka! Que não tivemos educação financeira (algumas escolas estão oferecendo agora) é um fato, mas quantas pessoas têm acesso à internet(de várias classes sociais), mas só ficam vendo bobagens em vez de ver conteúdos gratuitos que tratam de finanças pessoais? Separar uma parcela dos ganhos e aprender a fazer uma reserva e investir corretamente também não vejo. É um caminho solitário, mesmo. Mas eu continuo firme e forte com vocês. Um abração!

    Curtir

    • É Márcia, é exatamente isso. Muitas pessoas fizeram a própria escolha. Escolheram ficar assistindo bobagens, escolheram ficar com pessoas que só reclamam dos outros (porque é mais fácil mesmo reclamar dos outros do que enxergar os nossos próprios defeitos). A internet é democrática, desde que a pessoa tenha acesso à internet, cabe à pessoa buscar o que quiser ali, é um mundo infinito de conhecimento. Há pessoas que usam a internet para estudar conteúdos que antes eram de difícil acesso. Outras, para não dizer a maioria, preferem ficar fuçando a vida alheia rsrs. Um beijão.

      Curtir

  5. Nada mais pertinente, Yuka.
    Nosso caminho é o mais longo, e o que falta na maioria das pessoas hoje em dia é paciência.
    Tem uma frase que gosto muito, que é: “O mercado é uma máquina de transferência de dinheiro dos impacientes para os pacientes.”.
    Seguimos perseverando, aportando aos poucos – mas sempre. E um dia chegamos em nossos objetivos.
    Um grande abraço, Stark.
    http://www.acumuladorcompulsivo.com

    Curtir

  6. Eu tenho divulgado a amigos e familiares quando o assunto é finanças para serem frugais e formarem um patrimônio de bons ativos, para abandonarem a ideia de ganhar sempre mais dinheiro, bem como esquecer a previdência pública, o que vier dali é lucro.
    Porém com algumas pessoas é extremamente desafiador, tomo por exemplo minha mãe guardar algum valor para ela é muito difícil, o horizonte à frente é temerário, vai ser de resistência e desafios que ainda não enfrentamos.

    Curtir

    • Oi Cléber, infelizmente a maioria das pessoas têm dificuldades de enxergar o futuro, mesmo que esse futuro seja bem próximo. Eu até digo para algumas pessoas que mesmo que não consigam ser FIREs, mesmo que não consigam alcançar a Independência Financeira, qualquer valor guardado é melhor do que nada. Melhor ter uma reserva de emergência do que não ter nada. Melhor ter 100 mil guardado do que não ter nada. E por aí vai. Você ainda é generoso, está avisando seus amigos e familiares… eu já desisti de falar, porque me olham como uma aberração rsrs. Beijos.

      Curtido por 1 pessoa

      • Pois é, compreendo bem como é, e acredite, também recebo olhares e argumentações padronizadas.
        Não pretendo mais adiante dizer a eles”olha eu avisei” apenas peço que não sejam tão imprudentes, o restante vai pelo exemplo mesmo. Conseguimos viver bem com as escolhas que temos, e também aproveitar cada momento de lazer ou trabalho e quando algum curioso pergunta como nós conseguimos sem sermos “workhalics” ou “ricos” mostramos nosso plano.
        grande abraço!

        Curtido por 1 pessoa

  7. Olá Yuka, tudo bem?
    Dei uma sumida… pois é… faço parte dos que desanimaram (mas não desistiram, afinal somos brasileiros….rsrsrs). Essa pandemia realmente veio não pra nos tirar da zona de conforto, mas para mandar a gente praticamente para outra vida! Obvio que no meu caso não quero abandonar meus planos de aposentar antes ou se não for antes pelo menos de uma forma a não precisar privar minha família do que temos hoje mas com certeza com redução de salários, sem escolas e com home office só vi meus gastos aumentarem 😦 . água e energia dobraram, alimentação triplicou (marido tinha restaurante na empresa e as crianças faziam todas as refeições na escola – as mensalidades continuam). Continuo com aportes mensais (um pouco reduzidos pelo aumento dos custos) e continuamos a batalha pra manter o que temos de mais valioso hoje que é a saúde.
    beijos!

    Curtir

    • Oi Michele, eu entendo e também me sinto desanimada, nós não fomos feitos para ficar 24 horas dentro de um apartamento. Minhas filhas estão há 100 dias sem colocar os pés na rua, é desolador vê-las olhando o “mundo” pela janela. Minha conta de luz também aumentou, alimentação então…. nossa, mês passado até caí pra trás quando vi o quanto gastei. Esse mês já estou tentando me controlar mais. Meu marido fica repetindo “quando tudo isso acabar”, mas ainda não consigo ver uma luz no final do túnel, ainda não sei quando tudo isso vai terminar. Nesse momento complicado, tenho me dado um pouco mais de flexibilidade, não me cobrando tanto em relação aos aportes, estou no “se não tirar, já está bom”. Já há tantas cobranças naturais da vida, o medo de acontecer algo com nossa família, o que o futuro próximo nos espera, a saúde mental das crianças (e as nossas também!!!)… Encarar um home-office com as crianças que estão confinadas (ou seja, com toda aquela energia que as crianças têm, sem ser gasta) não é nada fácil… então o jeito é simplificar. Simplificar a preparação da comida (hoje por exemplo, a janta vai ser pão, pra me dar uma folga de não precisar cozinhar rsrsrs), simplificar a rotina, a limpeza… E concordo com você, nunca esquecermos de que “o que temos de mais valioso hoje é a saúde”. Um grande beijo!

      Curtir

  8. Yuka,

    “Para ter a tranquilidade financeira, é necessário fazer escolhas.”
    Em uma sociedade tão hedonista não é algo fácil, mas é possível.

    Com muita disposição e disciplina é possível sair do estágio “eu mereço comprar tal coisa, pois trabalhei o mês inteiro” para “eu mereço um futuro com mais tranquilidade financeira, por isso vou começar a pensar se as compras que faço são realmente necessárias”.

    Na maioria das vezes, percebe-se que comprou-se demais…
    Gastou-se muito dos recursos que poderiam ter sido investidos para a colheita futura. Por isso, precisamos prestar muita, muita atenção em nossa própria plantação.

    Boa semana!

    Curtir

    • Pois é Rosana, o prazer momentâneo e imediato é o supra-sumo da nossa civilização atual. Cada vez mais percebo a diferença de comportamento com os meus amigos, infelizmente a maioria nem concorda ou se quer entende o que estou buscando, acham que é para ter mais dinheiro, simplesmente não entra na cabeça de que são escravos modernos pagadores de conta, e de que não, eles não são tão livres como acham que são. Beijos! E boa semana para você também.

      Curtir

  9. Perfeito Yuka!
    Eu já imagino como vai ser o meu anúncio da aposentadoria para os amigos. Imagino que a maioria vai achar que eu ganhei uma bolada, que ganhei na loteria. Acho que poucos vão se interessar por saber como foi o caminho “árduo” até aqui. Entre aspas porque cada gasto, cada simplificação, na verdade só deixou minha vida mais gostosa. No começo foi um choque, mas depois que pegou tração, tem sido bem divertido.
    Acho que só desiste no meio do caminho quem ainda não incorporou 100% os benefícios de viver uma vida mais simples!
    Abs
    Elsa

    Curtir

    • Oi Elsa! Sabe que felizmente ou infelizmente eu entrei numa fase em que não quero mais ensinar finanças para os outros. Também não sei se falaria que sou FIRE quando saísse do meu emprego, tenho a impressão de que divulgaria que “cansei da minha área, agora vou trabalhar na área da informática” assim, de uma forma bem genérica mesmo pra ninguém entender rsrrs. Infelizmente, muita gente que me conhece pessoalmente, conhece o meu blog, então alguns saberiam que estou blefando, mas de qualquer modo, eu entendi que ninguém se interessa na fórmula do ficar rico devagar. Eu entendo quando você fala que a vida fica mais gostosa quando simplifica. Na verdade, a vida fica mais leve, não é mesmo? É libertador ter poucos boletos para pagar rsrsrs. Beijos.

      Curtir

  10. Yuka,

    cada vez que eu chego aqui no seu blog, eu fico mais encantado com os seus textos. Simples e diretos. Parabéns! E eu vou continuar por aqui acompanhando de perto.

    Um forte abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: