A riqueza da vida simples

Não sei para vocês, mas eu acho um luxo quando consigo fazer doces muito mais saborosos que as lojas oferecem. Quando vejo meu marido lambendo os dedos, e minhas filhas brigando pelos cookies quentes que acabaram de sair do forno, só consigo dar risadas de alegria.

WhatsApp Image 2019-09-30 at 21.02.58 (2)

Alguém lembra ainda do post de 2017 do meu pão caseiro? Depois de tantos anos, meu marido continua comendo de joelhos.

pão_caseiro

Ou da minha granola caseiríssima, que me fez impedir de comer outras granolas vendidas por aí, por achar ruim demais…

8

Também tem o meu tomate seco banhado em azeite extra-virgem.

desidratador7

Os muffins deliciosos e saudáveis, recheados de castanhas, nozes, amêndoas…

muffin fit 3

O vinagre aromatizado que eu sempre faço e ainda dou de presente para algumas pessoas…

vinagre 01

A pizza profissional que aprendi a fazer na boca do fogão… nham nham nham.

foto0.jpeg

Os brinquedos que fiz para as minhas filhas…

DIY_naninha1

xIMG_5453

IMG_5457

Fora a decoração do meu casamento que foi feito todo por mim:

mini wedding decoração mesa

mini wedding amêndoas.png

A verdade é que nunca foi pelo dinheiro. Eu tenho prazer em transformar coisas, da farinha para o pão, do papel para um cartão, do tecido para uma colcha, de um pedaço de madeira em armários.

E assim, dá a impressão de que o relógio vai voltando no tempo. Enquanto o fast-food vira obrigação, em casa temos o slow-food. Faço pão, bolo, pizza, esfiha, sovar massa já está se tornando um hábito. Enquanto as famílias fazem o passeio em shoppings, gostamos de ir em parques. Festas de aniversários em buffet, mas em casa é festa de aniversário familiar, como foi na nossa época. Roupas rasgadas são jogadas fora, enquanto eu conserto com a minha máquina de costura. Happy-hour no bar, enquanto os meus amigos frequentam a casa e abrem a geladeira.

Eu tenho curiosidade em descobrir até onde uma pessoa tem capacidade em aprender coisas novas.

Eu ainda quero aprender a fazer um pão italiano, a fazer queijos artesanais, a arte do ourives em fabricar jóias, quero um dia soprar vidro, aprender a cortar cabelo, a preparar comida mexicana e peruana, quero um dia voltar para a Grécia e reproduzir a comida que experimentei lá.

Um dos meus maiores prazeres de viver atualmente é esse: aprender.

~ Yuka ~

 

Anúncios

57 comentários em “A riqueza da vida simples

    • Oi Barcelos, seria um sonho mesmo, ver pessoas valorizando o que é simples, ao invés de torcer o nariz ou achar que fazemos somente pra economizar dinheiro. Beijos.

      Curtir

  1. Você é maravilhosa, como me inspira, me dá ânimo a sair, de uma crise de ansiedade e síndrome do pânico. Que Deus proteja sua vida e da sua família, mais e mais.

    Curtir

    • Oi Elisangela, obrigada pelas palavras de carinho, tente sair de casa aos poucos, sentir o vento no rosto, um pouco do sol. Tenho certeza que fará bem para você. Um grande beijo.

      Curtir

  2. Bom dia!
    Amei a reflexão.Estou aprendendo a cozinhar aos 32 anos.Até meus 26 anos mal tinha o que comer (somente arroz, feijão, cuscuz e outros alimentos bemm baratos que podia comprar) por conta disso acho que criei um bloqueio do tipo para que aprender se não tenho grana.
    Tomei gosto com meu marido que é vegano e foi me mostrando que dá para comer muito bem com muito pouco.Fico pensando que se minha família e eu tivessemos acesso teríamos evitado muitas doenças.
    Por isso acredito que deveria se ensinado nas escolas alimentação saudável e barata.Os filhos das famílias muito pobres como eu teriam acesso e comeriam melhor.
    O fato é que eu estou gostando muito de aprender a cozinhar e descobrindo novos sabores em idade avançada como a minha.

    Curtir

    • Oi Marcela, isso de alimentação saudável e barata é possível sim e deveria ser essencial ser ensinado na escola. Minha mãe sempre ensinou o não-desperdício, fazia caldo de frango com os ossos, sopa com os restos de legumes, apesar de não ter dinheiro, nós sempre tivemos uma alimentação forte. Tanto que eu e minhas irmãs quase não adoecemos, nunca quebramos nenhum osso, mesmo em situações que era pra ter quebrado um braço ou uma perna (já consegui fechar a porta do carro com a minha perna pra fora, também já prendi o meu dedo na janela automática do carro kkk). Você tem algumas dicas pra me dar? Pergunto isso porque estou fazendo um post sobre alimentação, dicas pra economizar na alimentação. Vou colocar os meus truques de como aproveito cascas, ossos, etc. Se tiver, vou adorar compartilhar aqui no blog. Beijos.

      Curtir

    • Oi FFF, verdade, é muito gratificante quando encontramos alguém que aprecia o que fazemos. Em casa, é o meu marido que solta fogos de artifícios quando faço essas coisas pra casa. Acho lindo crochê, taí outra coisa que eu quero aprender um dia. Beijos.

      Curtir

  3. Que post bacana Yuka.

    É uma fonte de inspiração para todos nós, acredito que o seu estilo de vida buscando uma alimentação saudável, uma vida simples e a tranquilidade financeira deveria ser um norte para todos.

    O que eu acho mais interessante nos alimentos e ingredientes que você produziu em casa é que são justamente produtos que você encontra com facilidade “prontos” em supermercados e que na verdade são cheios de produtos químicos e conservantes, o fato de você substituir por alimentos produzidos em casa é uma excelente oportunidade para dar a sua família de comer de forma mais saudável, e os benefícios disso nem precisam ser explicados não é mesmo?

    Continue assim.

    Abraços,

    Sr. Jovem

    Curtir

    • Oi Sr. Jovem, tudo bem? O mais legal de tudo é que eu e meu marido estávamos conversando agora, que sair para comer é legal pelo fato de conhecer ambientes novos, mas sobre qualidade da comida e sabor, não está tão na vantagem assim. Por exemplo agora, acabei de comer um bolo formigueiro que fiz em casa, usei ovos orgânicos, manteiga, leite de côco e estava delicioso acompanhado de uma xícara grande de café com leite… não tem como competir com a maioria das docerias que usam qualidade inferior como óleo de soja, margarina etc. Um beijo.

      Curtir

  4. Mais um lindo e reconfortante texto de domingo. É muito bom fazer algo para nós mesmo e para quem amamos, ir contra a corrente dessa correria louca do consumismo e reservar um tempo para o que realmente importa é gratificante.
    Beijos e um ótimo domingo em família

    Curtir

    • Oi Isis, e pra mim, (acredite se quiser) que não gosto de cozinhar, cozinhar acaba sendo a maior provação da minha dedicação familiar. Não sou uma pessoa que pega os alimentos na geladeira e faz uma comida deliciosa… eu preciso testar, testar várias vezes até chegar num sabor que acho gostoso pra mim. E quando consigo, aí sim, é gratificante. O que eu tenho feito, é aos poucos, ir colecionando receitas boas e fáceis. Um beijo.

      Curtir

  5. Caramba to para concordar com o Jorge ai hahahah. Sem contar que feito assim com amor a família fica mais unida e suas filhas com certeza vão aprender a dar muito valor a isso. Lembrarão dessas coisas para sempre. Além do benefício financeiro disso tudo os momentos em família são impagáveis . Parabéns mais uma vez. Abraços

    Curtir

    • Oi AA40, é o que eu espero de verdade, que minhas filhas lembrem dessas coisas que eu tenho feito para elas. Espero que elas saibam valorizar esses momentos em família. Beijos e obrigada.

      Curtir

    • Oi Vagabundo, pois é, tempo é uma coisa escassa aqui em casa também, o que fazemos muito é decidir o que iremos abrir mão. Pra passear com as crianças no fim-de-semana, muitas vezes abrimos mão de fazer aquela faxina pesada que depois precisa ser parcelada durante a semana. Pra eu poder fazer uma super pizza, meu marido precisa conter a euforia das crianças levando para brincar embaixo do condomínio do prédio. Pra ter mais tempo para o casal, abrimos mão de passar ferro em todas as nossas roupas. São escolhas e renúncias que temos que fazer a todo momento. Mas gostei da ideia do post, vou ver se rascunho algo pra publicar depois. Beijos.

      Curtido por 1 pessoa

  6. Olá, Yuka. Adoro esse tipo de post. Sabe, ando estressada, beeeeem estressada. E minha saúde não anda das melhores (estou com um problema raro, psoríase ungueal, que pode ser desencadeada por vários fatores, como ansiedade). Enfim, resolvi investir em outros hobbies, menos analógicos, por assim dizer. Voltei a fazer ponto-cruz, estou tentando cozinhar e ler mais, Hoje resolvi fazer uma horta em vaso (já fiz errado, mamãe disse que vai ajeitar a couve para mim. 😂). Enfim, acho importante a sugestão sobre reaproveitamento de alimentos, até por questões ambientais (já começaram a pedir economia de água aqui na minha cidade, a represa já está entrando em estado crítico).

    Curtir

    • Oi Carol, a ansiedade é uma coisa que parece que nos acompanha a todo momento, eu também às vezes sinto que a ansiedade vai me pegar, nessas horas, eu paro tudo (meu marido diz que eu largo a pá) pra fazer somente o básico. Nessas horas, peço comida pronta, vou dormir cedo, desencano da faxina, tudo pra me poupar de uma ansiedade maior. Ajuda bastante. O que você está fazendo (hobbies menos analógicos) é perfeito! É voltar no tempo mesmo, fazer coisas que nossas mães e nossas avós faziam, esse é o segredo para desacelerar. Parece ser contraditório, mas para o tempo passar devagar, precisamos fazer as coisas mais devagar, e não mais rápido como eu ouço por aí (faça duas coisas ao mesmo tempo, faça tal coisa na metade do tempo). Estamos no caminho certo rsrs. Beijos.

      Curtir

  7. Muito bom o texto.
    Também sou o DIY do it yourself, aqui de casa. Isso é muito comum lá fora pq a mão de obra é bem cara.
    Esses dias a esposa queria uma torneira elétrica no banheiro. Vi que já tinha fiação elétrica. Em um sábado eu comprei a torneira, fiz a instalação toda caprichada. Ninguém faria como eu fiz. Tive um orgulho pessoal de fazer aquilo.
    Na segunda na empresa quando contei aos colegas de empresa, a reação foi: pq não chamou a Porto Seguro kkkkk
    Como disse poderia pagar, mas gosto de fazer esses pequenos DIY’s
    Boa semana para todos

    Curtir

    • Oi Eder, entendo perfeitamente quando fala do sentimento do orgulho pessoal em fazer as coisas. Também tenho o mesmo sentimento. Lembro da primeira vez que instalei a barra da cortina. Um pouco torta kkk. Mas estufei o peito toda orgulhosa. Sobre seus colegas falando “por que não chamou a Porto Seguro” rsrsrs, os comentários costumam ser assim mesmo hahaha. Falaram coisa parecida quando fiz a minha pizza profissional, “Yuka, vai comprar uma pizza por 40 reais” rs. Beijos.

      Curtir

  8. Yuka do céu, seria tão bom se você tivesse um canal no youtube!!! Acho que seu canal ia ser o mais acessado sobre minimalismo 🙂 Aprendo muito lendo seu blog, mas seria maravilhoso se tivesse um tutorial dessas coisas lindas, deliciosas e criativas que você faz. Pensa nisso com carinho, tá? heheheh Beijos!!!

    Curtir

  9. Olá Yuka.
    Encontrei seu blog há pouco tempo e já li quase todos os seus textos, rsrs. Sinto muita honestidade em tudo o que escreve. Tem me feito refletir sobre as escolhas que faço e o quanto a gente fica no piloto automático.
    Parabéns!!

    Curtir

    • Oi Elen, sim, tudo o que escrevo aqui, sempre em uma parte de mim, tento compartilhar a minha experiência, os meus erros, os meus acertos. Fiquei feliz que gostou do blog. Obrigada!!!

      Curtir

  10. Esse post é um conforto nesse mundo tão estressado. DIY é algo muito prazeroso e que nos dá orgulho. Como faço crochê, tricô e sei costurar na máquina, só compro roupas que não sei fazer (ou que não tenho interesse em aprender rs). Tento aproveitar ao máximo tudo o que tenho, reformando ou ressignificando. Tenho fama de muquirana e pão dura, mas já nem ligo mais pois no fundo sei que estou no caminho certo para mim. Reforço o pedido do Vagabundo para um post sobre gerenciamento de tempo 🙂

    Curtir

    • Oi MLK, a verdade é que nós que somos adeptos ao DIY, inevitavelmente somos comparadas a uma pessoa que quer economizar. As pessoas aprenderam a associar “fazer por conta própria” como algo depreciativo. Só quem sabe o prazer de construir algo com as próprias mãos, reconheceria e entenderia o prazer que sentimos quando conseguimos fazer algo (mesmo que esse algo não saia tão gostoso como esperado, tão reto como queríamos rs). Vou tentar providenciar sim, o post sobre gerenciamento de tempo. Beijos.

      Curtir

  11. Yu, sempre segui coisas que falam sobre minimalismo e vida simples, sempre tive interesse em aprender e melhorar. E você é uma pessoa que me inspira. Me tornei bem melhor depois que comecei a te seguir. Obrigada por isso!

    Curtir

  12. Oi Yuka, pela primeira vez tive coragem de comentar. também estou trilhando o caminho por uma vida mais simples. Reforço o pedido por um canal no youtube e um post sobre gerenciamento do tempo. Por aqui tbm tenho feito algumas coisas como pão, biscoitos, bolo… È maravilhoso ver a euforia nos olhos dos nossos filhos! Tenho ido à feira, consumido orgânicos, e com duas crianças tenho conseguido fazer muitas coisas. na verdade tenho observado, que quanta mais desapego, tenho mais tempo!!!! Obrigada por compartilhar um pouco do seu dia a dia conosco!!!!!

    Curtir

    • Oi Rose, seu primeiro comentário? Ah que legal!!! O YouTube acho que não vai ter jeito mesmo, sou tímida pra aparecer nesses lugares, sério! Sobre a sua frase “quanto mais desapego, tenho mais tempo”, é um ciclo virtuoso. Se não compra coisas sem necessidade, não precisa perder tempo procurando, comprando, tendo trabalho pra manter, tirar poeira, etc. A casa fica mais fácil de limpar, menos poeira pra juntar, menos contas pra pagar, mais dinheiro na conta. Com mais dinheiro na conta e mais tempo, a gente passa a fazer escolhas melhores, sobrando tempo para o que é importante. Lindo tudo isso! Pode deixar que vou fazer um post sobre gerenciamento do tempo sim. Beijo grande.

      Curtir

  13. tb adoro cozinhar. Nos fins de semana falo pra minha esposa. A cozinha é toda minha, vai descansar. Ela adora…kkkk

    Eu ia gastar R$ 10k pra pintar minha casa. Aí pensei, quer saber eu mesmo vou pintar. Não sei ainda quanto tempo vou levar. Mas vou aprender a pintar minha casa.

    Ótimo Post Yuka

    abs e bons investimentos

    Curtir

    • Oi Kspov, essa frase “a cozinha é toda minha, vai descansar” é melodia para os ouvidos rsrsr. Sobre pintar a casa, vai economizar R$9k. Posso te dar 3 dicas:
      – capriche e passe fita crepe nas janelas, batentes das portas, vai facilitar demais na hora da pintura e o serviço fica limpo
      – forre jornal onde estiver pintando pra não respingar
      – compre Suvinil. Nada contra a Coral, mas outro dia eu comprei da marca Coral, e vi como era mais difícil uniformizar a pintura na parede. Achei que a Suvinil desliza muito mais fácil na parede, mesmo para pessoas amadoras como eu. Talvez depois que tiver mais experiência, possa ir para outras marcas, mas no início, eu iria de Suvinil.
      A grande verdade é que quando nós mesmos pintamos a nossa casa, mesmo se as paredes não estiverem tão bem pintadas, sentimos orgulho mesmo assim kkkk.
      Bejios.

      Curtir

  14. Que vontade de ser sua vizinha, Yuka!
    Deve sempre ser cheiroso ao redor da sua casa! Cheiro de comida boa!

    Ontem minha amiga do trabalho veio visitar a gente, trouxe lasanha feito por ela e um quadro bordado à mão com o nome da Tetê! Num país onde se trabalha 12h por dia, turno duplo e onde fast food é baratíssimo… eu fiquei realmente encantada com todo aquele ato de amor! Dedicar tempo para alguém, é uma das maiores prova de amor! Fiquei admirada e me senti tão amada!

    Confesso que sou meio dondoca para cozinhar e trabalhos manuais, pois sempre tive quem fizesse por mim e hoje acabo sempre comprando pronto. Espero mudar. Não há dinheiro no mundo que compre esse amor através da cozinha e artesanato! Como sempre você me inspira!

    Curtir

    • Oi Tiemi, vou te contar um segredo… eu odeio cozinhar kkkkk. Sério. Meu primeiro marido, coitado, esse comeu comida ruim. Mas ele era tão bonzinho, sempre me agradecia pelo jantar. Daí fiquei com dó dele comer comida ruim e ainda agradecer, que comecei a esforçar para cozinhar algo gostoso. Foi assim que comecei a cozinhar algo decente. Cozinhar ainda não é algo que eu diga que é minha paixão. É um esforço que eu faço, e é um ato de amor diário, já que não é algo natural para mim. Mas como você disse em relação a sua amiga que trouxe lasanha caseira e um quadro bordado, “dedicar tempo para alguém, é uma das maiores provas de amor”. E é isso que eu tento fazer em casa. Você não precisa cozinhar lindamente, mas talvez possa colecionar algumas receitas gostosas, só que fáceis de fazer (esse é o meu caso rsrs). Beijos.

      Curtir

  15. Uhm… bem interessante essa receita Yuka! Venho acompanhando seu blog já alguns mêses e você está de parabéns muito conteúdo interessante uma busca por uma vida mais simples minimalismo, fire, receita caixeiro tudo muito bom

    Já até indiquei para minha esposa e alguns amigos para começar a acompanhar o blog…

    Já pensou em publicar no https://medium.com/

    Att,

    Curtir

    • Oi Fidhel, obrigada pelas indicações para sua esposa e seus amigos. Me ajuda bastante, já que acabo não tendo muito tempo para divulgar meu blog em outros blogs e sites. Não conheço o Medium. Até entrei agora pra ver o que é, parece ser uma plataforma tipo o WordPress. É isso?

      Curtir

      • Sim Yuka… e bem parecido com WordPress, porém e como se fosse uma “rede social”, só que bem diferente por que lá geralmente é um lugar onde você encontra textos legais e não aquela coisa bem superficial das redes sociais.

        Eu por exemplo dificilmente acesso redes sociais acabo gostando mais de ler textos com mais conteúdo… comentei do Médium pq o seu conteúdo tem muita “cara” do conteúdos que costumo ler lá.

        OBS: Acho que o Médium e bem mais famoso fora do Brasil agora que está começando a ficar mais relevante por aqui.

        Curtir

  16. Oi, Yuka! Como vc me inspira! Eu detesto cozinha, mas DETESTO com maiúsculas. Só que meus gêmeos de 3 anos são alérgicos ao ovo e à proteína do leite, o que tem me forçado a mudar desde 2017 nossa alimentação. Tive que aprender a cozinhar e até que tem coisas que ficam boas mas acho que a minha negação com a cozinha joga muito em contra: essa semana queimei 1 dúzia de empanadas (com o 1/2 kilo de carne moída e outras coisas que vai no recheio), 1 panela de arroz, consegui queimar macarrão de ovo (meu filho além de tudo tem sensibilidade ao gluten) porque os esqueci em pé na panela e pegaram fogo (sim, o macarrão cru pegou fogo) e queimei o frango no forno de não poder comer. Eu gostaria muito de ter paciência, amo a ideia do slow food mas como trabalho em casa, o tempo em casa a maior parte do tempo é trabalho de fora e os afazeres restantes e não gosto de passar tempo cozinhando. Além de tudo, como estamos em plano de economía, cozinhar é uma obrigação para não gastar dinheiro. Mas li um comentário que vc fez para outra pessoa e caiu a ficha: “Cozinhar é um ato de amor”. Tudo o que eu precisava para me esforçar um pouco pelos meus filhos. Um abraço! (Ah, ganhei uma máquina para fazer pão. Acho que pelo menos pão consigo fazer, hahaha!).

    Curtir

    • Oi Bhuvana, olha, se você soubesse como te entendo… eu também não gosto de cozinhar, e pelo post, parece ser surreal sair cookies gostosos, pão caseiro, pizza… mas faço isso pela minha família. Meu marido era muito enjoado pra comer, só comia peito de frango, arroz, feijão e salada de alface com tomate. Não gostava de praticamente nenhuma verdura e legumes. Carne, só comia peito de frango. Hoje ele aprendeu a comer peixe, outras partes do frango, outros tipos de carne etc. E foi pra ele comer melhor que eu tenho me esforçado na cozinha. É um esforço diário entrar na cozinha e cozinhar, não é algo que eu diga “nossa, que prazer cozinhar”, mas por justamente ter dificuldades que eu procuro receitas fáceis para fazer, e vou colecionando receitas boas. Hoje eu tenho um caderno com receitas boas e fáceis, que me dão orgulho de dizer que até que cozinho bem. Eu queria ser aquelas mães que adoram cozinhar (como a minha mãe), não ter preguiça de ir pra cozinha e ter um repertório de receitas, mas esse não é o meu caso kkkk. Tenta reproduzir o pão que eu fiz, ele nem precisa ser sovado direito, e mesmo assim fica uma delícia. Vai fazendo que nem eu, devagarzinho, vá fazendo um caderno com as receitas gostosas. Beijos.

      Curtir

  17. Me explica como pode a cada texto gostar mais daqui desse espaço? Como pode sentir que conhece uma pessoa que você nunca viu e sequer sabe da sua existência? Pra mim essa é a magia dos blogs. Sabe, Yuca, eu sempre pensei como você, mas a tristeza veio tomando conta de mim ao longo do tempo… e aí só me sobram alguns dias bons pra viver assim. Mas toda vez que eu venho aqui eu me sinto em casa, na sua casa. E fico cheia de esperança de fazer minha vida aqui assim também… com cheiro de comida fresca, com carinho, e com quem eu amo por perto.

    Curtir

    • Oi Priscila, tudo bem? demorei um pouquinho pra responder, porque fiquei pensando no que você escreveu. Minha querida, quando estamos mal, quando a tristeza toma conta de nós, quando há mais dias ruins do que dias bons, está na hora de estender a mão e pedir ajuda. Próximo de mim, há pessoas que estão desse jeito que você escreveu, e com ajuda profissional e medicação adequada, estão melhorando muito. O mundo moderno não ajuda, estamos cada vez mais isolados, cada vez mais vendo o supra-sumo da vida dos outros pelo instagram, e isso invariavelmente nos afeta, e muito. Ainda há muitas pessoas que possuem pré-conceito em procurar ajuda profissional, mas digo que é essencial para sair bem dessa luta interna que você está enfrentando. Um dia de cada vez, um passo por vez, sem cobrança, traga felicidade pra sua casa aos poucos. Um grande beijo.

      Curtir

  18. Pingback: Se você quer ter mais tempo, não faça mais rápido. Faça mais devagar. | Viver Sem Pressa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: