A cada 10 anos, um renascimento: seu futuro está nas mãos de quem?

Pele, Olho, Íris, Azul, Mais Velhos, Dobre

O brasileiro no geral, não tem o costume de pensar no futuro… talvez estejamos mais acostumados a pensar sobre o passado. Então vamos falar um pouco sobre o passado.

Há dez anos, quantos anos você tinha? Onde morava? Onde trabalhava? Como era a sua vida? Estava feliz? Quais eram os seus sonhos, as suas ambições?

Dez anos se passaram e temos o dia de hoje.

Ao fazermos as mesmas perguntas, percebemos como as respostas são diferentes. E com isso, entendemos que o tempo passou, que nosso comportamento mudou, algumas vezes para pior, outras vezes para melhor.

Há dez anos, eu tinha acabado de me divorciar, morava sozinha, presa na armadilha do consumo, com quase nada de dinheiro.

Dez anos se passaram e hoje estou casada, sou mãe de 2 crianças, chegando perto da minha Independência Financeira.

Em 2015, lembro também de uma conversa que tive com algumas colegas de trabalho, sobre a possibilidade de viver de renda, sem depender do INSS. Todas se encantaram, vibraram, aplaudiram… até descobrirem que precisariam fazer 4 coisas: economizar, estudar sobre investimentos, aportar todos os meses e deixar o dinheiro trabalhar por pelo menos 10 anos. Desde a conversa, já se passaram 5 anos, e até onde eu sei, ninguém fez absolutamente nenhum movimento.

Pare para pensar agora: se tivesse feito algo diferente há 10 anos, a vida hoje, já não estaria muito melhor?

Um exemplo? Um orçamento doméstico, com gastos revistos, 500 reais investidos a uma taxa hipotética de 0,80% a.m., faria com que depois de 10 anos tivesse mais de 100 mil reais, sendo que 40 mil reais seriam de juros compostos. Em 20 anos, teria mais de 360 mil reais, sendo que 243 mil reais seriam de juros compostos. Em 30 anos, teria mais de 1 milhão de reais, sendo que 866 mil reais seriam de juros compostos.

Ou seja, um simples ato de poupar 500 reais por mês, faz com que um cidadão comum, tenha mais de 1 milhão de reais na conta, sendo que “só” poupou 180 mil reais.

As pessoas torcem o nariz por pequenas mudanças de hábito, mas um pequeno hábito pode se tornar algo gigante, quando os anos se sobrepõe.

Se queremos controlar uma parte do futuro, devemos começar a fazer algo a partir de hoje. Não vamos deixar nas mãos de terceiros.

Se o trabalho está chato, por que não mudamos de comportamento? Se o custo de vida está caro, por que não nos esforçamos para aumentar a renda ou reduzir os gastos?

O fim-de-ano, é um ótimo período para repensar nas atitudes, avaliar o ano que passou e fazer diferente a partir do ano que vem.

~ Yuka ~

21 Comments on “A cada 10 anos, um renascimento: seu futuro está nas mãos de quem?”

  1. Yuka,

    Teu escrito, mais uma vez, me encontrou “em cheio”. Muito a ver com as reflexões dos últimos dias… dos últimos dez anos, e dos próximos. Vou te escrever um e-mail para atualizar a quantas andamos.

    Beijo grande, e obrigada pela generosidade nas palavras!

    Marília

    Curtir

  2. Bom dia. Eu sou leiga em economia, financias, mais ñ sou de gastar. Estive olhando sobre investir no simulador do Bradesco e achei tão pouco pelo tempo investidos. Bom pode ser como eu lhe disse ñ entendo nada. Poderia fazer um ABC pra iniciante? Att: Sandra Moreira PS: Gosto dos e-mails, mesmo sendo leiga e dificuldade de compreender.

    Curtir

    • Oi Sandra, o ideal é que você passe a investir pelas corretoras independentes (Easynvest, XP, Modal etc), ao invés de ficar em Bancos, já que há mais possibilidades de investimentos a taxas melhores. O site Clube dos Poupadores é bem legal para iniciantes, passa lá e dê uma olhada nos diversos conteúdos que o Leandro Ávila disponibiliza de forma gratuita. Beijos https://www.clubedospoupadores.com/comece

      Curtir

  3. Yukaaaa!!
    Acabei de ler o artigo do Dr. Gonzalez que você me indicou e estou encantada!

    Agora voltando pra esse post: que sabedoria!
    10 anos atrás eu tinha 16 anos, tinha acabado de conhecer meu marido, cursava pedagogia na Unesp (detestava), era estagiária num colégio (detestava) e morava com minha mãe (mimadíssima). Chutei o balde pra tudo e vim com a cara e com a coragem morar do outro lado do país. Me arrependo de não ter terminado a faculdade ou mudado de curso, pois o conhecimento é o melhor investimento em nós mesmos. Mas se não tivesse chutado o balde, nunca teria crescido tanto pessoalmente.

    Próximo passo: começar a investir, tanto financeiramente quanto em conhecimento.

    Daqui 10 anos, espero poder me orgulhar dessa Tiemi de hoje.

    Como sempre vc me inspira! Beijão

    Curtir

    • Oi Tiemi, esse pediatra é bom, né? Adoro ele. Para mim, faz total sentido. Na hora que eu li, “10 anos atrás eu tinha 16 anos” eu pensei, nossa que novinha kkkk. Há 10 anos eu tinha 28 rsrsrs, e já era divorciada. Mas voltando para trás, perceba como sua vida evoluiu, como você cresceu, se desenvolveu como pessoa. Acho que é isso que devemos fazer sempre, comparar a Tiemi de hoje com a Tiemi de antes. A Yuka de hoje com a Yuka de antes. As pessoas no geral tem o costume de comparar a própria vida com a vida da Ana Hickmann, com a vida do Neymar e por aí vai. Daí a sensação de frustração eterna. Daqui a 10 anos, eu com certeza já estarei “aposentada”, trabalhando em algo que alimente a minha alma. Minhas filhas estarão bem criadas (pelo menos tenho me esforçado diariamente para que isso aconteça), meu casamento mais fortalecido ainda. E para isso, todo dia tenho que fazer um esforcinho para que lá na frente, tudo isso seja possível. Tenho certeza de que daqui a 10 anos, você já estará craque nos investimentos! Beijos.

      Curtir

  4. Nossa, 10 anos atrás eu estava relativamente bem, mas durante esses 10 anos que se passaram.. quantas mudanças! Mudanças de empregos, estados, cidades, filhos e o mais engraçado é que hoje moro na mesma casa de 10 anos atrás, ou seja, rodei por aí e voltei ao mesmo lugar mas uma pessoa completamente diferente e que agora tem no papel planejado onde quer estar daqui a 10 anos e como fazer para chegar lá. Encontrar você e todo o pessoal da finansfera foi um divisor de águas em minha vida e nesse ano realmente consigo me sentir confiante pra seguir os meus planos. Beijos

    Curtir

    • Ou seja, os seus próximos 10 anos promete! Saber onde quer chegar faz toda diferença na jornada. Foi assim que eu senti, como voce, a descoberta dos investimentos e o poder dos juros compostos: um divisor de águas. Conte comigo para as dúvidas que tiver. Beijos.

      Curtir

  5. A 10 anos atrás eu tinha 23 anos era um imatura,insegura e perdida na vida.Muita coisa aconteceu fiquei sem pai e mãe e tendo que cuidar de uma esquizofrênica grave.
    Como eu evoluí hoje sou uma mulher de verdade.Sinto muitooo orgulho do mulherão da porra que sou e meus erros e ingenuidade ajudaram.
    Meu desejo é que daqui a 10 anos tenha alcançado ótimas condições financeiras,de trabalho e saúde.

    Curtir

    • Oi Marcela, a história de vida de uma pessoa mostra muito a pessoa que iremos nos tornar. Temos 2 saídas, fraquejar ou fortalecer com as dores. Eu tenho as minhas dores, você tem as suas dores, as pessoas tem as próprias dores e temos que aprender a lidar com todas elas. O processo de compreender as dores, ter gratidão pelas experiências e pelos ensinamentos aprendidos é um passo muito importante para o crescimento pessoal. Daí vem a sensação de orgulho. Um grande beijo.

      Curtir

  6. Há 10 anos eu estava vivendo o inicio da realização do sonho de ser mãe, totalmente voltada para a maternidade…. hoje meu filhotinho tem 10 anos, fiz outra faculdade, estou tentando entrar no mercado de trabalho, cresci muito e sinto orgulho de quem sou!!! Amo seus posts!!!

    Curtir

    • Oi Renata, e o tempo passa rápido demais, não? Depois que minhas filhas nasceram, o tempo parece escorrer pelos dedos. Por isso temos que aproveitar cada momento com eles, antes deles saírem da nossa casa. Acho legal o que você está fazendo, de ter feito outra faculdade, entrar no mercado de trabalho. Os filhos crescem e é nosso papel entender que eles se tornarão seres humanos independentes. E para esse momento ser menos doloroso, precisamos resgatar o nosso papel como indivíduo. Parabéns! Beijos.

      Curtir

  7. Oi Yuka, Tudo bem? Meu nome é Natália e comecei a ler teu blog por causa dos meus pais que me indicaram. Primeiramente obrigada por este texto, me fez refletir… E respingendo as perguntas do texto me veio uma tristeza em saber que eu com 32 anos ainda não tenho “nada” … Hoje eu moro no exterior (Itália) e sou uma trabalhadora comum que trabalha 40h semanais, acredito que não retorno ao Brasil, porém gostaria de saber se eu poderia ter minha independência financeira aqui? Se isso seria possível aqui também com esta linha de raciocínio (cálculos) . Gostaria de saber se você indica algum livro ou artigo sobre o tema para que eu possa aprender um pouco mais e haver uma independência financeira em futuro. Muito obrigada e parabéns pelo blog.

    Abraços,

    Natalia Girotto

    Curtir

    • Oi Natalia, que legal que seus pais indicaram o blog 😀 Sobre sua sensação de tristeza, vou te dar uma boa notícia, não precisa ficar triste. Ainda dá tempo! Supondo que você comece hoje, com os seus 32 anos, e invista por um período de 20 anos, ainda terá 52 anos, idade em que não teremos direito à aposentadoria. Supondo que faça isso por 30 anos, ainda terá 62 anos, aqui no Brasil você não irá se aposentar, já que acredito que em 30 anos ainda teremos outras reformas previdenciárias. Claro que não poderá se aposentar aos 35, ou aos 40 como muitos jovens estão fazendo, mas ainda poderá se aposentar muito mais cedo do que a grande parte da população. A independência financeira pode ser adquirida em qualquer lugar do mundo, no Brasil, EUA, Portugal etc. Não conheço os investimentos da Itália, mas acredito que por ser um país mais estável que o Brasil, a renda fixa não renda tão bem, poderá investir na bolsa européia e também na bolsa americana. Para isso, precisará estudar, mas te garanto que valerá muito a pena. Comece lendo o livro do Pai Rico, Pai Pobre, é uma leitura fácil e gostosa, acho que vai gostar. Beijos.

      Curtir

  8. Olá, Yuka!

    Faz tempo que eu não venho aqui haha, estava tão ocupado que nem acompanhei a finansfera direito!

    O ano de 2019 foi um marco interessante pra mim porque completei dez anos de vida adulta vivida, ou seja, foi minha primeira década de “gente grande.” Se pensarmos assim, tive um aumento patrimonial infinito, pois foi de zero até o que tenho hoje. Covardia, né?

    Mas as transformações foram palpáveis, enormes. Comecei a trabalhar e descobri que a corrida dos ratos é realmente tão desencantadora quanto se fala por aí, mas foram só nos últimos três anos que a minha vida financeira deu uma reviravolta, descobri o FIRE, virei investidor e formei a base da bola de neve. E, talvez a minha última revolução desta década, criei um canal do YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCnnB4CXK2xjpU7MUpWe7VLQ

    E isso que você falou é o maior segredo do FIRE, mas que ninguém quer acreditar: até R$500/mês fazem a diferença entre rico e pobre. Ninguém acredita naquilo que mexe devagar como juros compostos, e todos querem a gratificação instantânea. Mas são nestas pequenas e cruciais diferenças que são forjados os vencedores.

    Que a próxima década nos traga muita prosperidade! Muito legal e inspirador ver a sua história de evolução.

    Abraços e seguimos em frente!

    Pinguim Investidor
    https://pinguiminvestidor.com

    Curtir

    • Oi Pinguim, parabéns pelo seu novo canal no YouTube!!!! Muita prosperidade e sucesso no seu canal, vou seguir! A próxima década com certeza será de muita evolução para todos nós, que esforçamos para ter um amanhã melhor. Beijos.

      Curtido por 1 pessoa

  9. Pingback: Dez anos depois: por que é tão difícil associar mudanças pequenas com grandes resultados? – Pinguim Investidor

Deixe uma resposta para MARCELA Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: