Se não quer ser enganado, estude; ao invés de acreditar só nos outros

Menina, Corajoso, Coragem, Independência, Solo

Eu já fui enganada tantas vezes que até perdi as contas rs.

Hoje eu sei que se eu perguntar para um vendedor de uma loja de roupas se “Esta roupa é de qualidade?” é claro que ele vai responder que sim.

Da mesma forma que se eu perguntar “Qual é o melhor investimento para mim?” o gerente do banco vai me indicar um título de capitalização ou uma previdência privada, porque vai perceber que eu não entendo nada de investimentos.

Um bom exemplo, foi o que aconteceu com uma amiga. Ela queria abrir uma conta em uma corretora de valores. Indiquei o meu assessor de investimentos, pois ele sempre foi rápido nas respostas e muito prestativo. Qual não foi a surpresa quando minha amiga disse que ele indicou uma previdência privada? Perguntei qual foi a pergunta que ela tinha feito, e ela prontamente respondeu: “Qual o melhor investimento para longo-prazo?”. E aí o assessor percebendo que ela não sabia de muita coisa, disse que era uma previdência privada.

Corretor de imóveis

Fiquei sabendo que a creche onde minha filha frequentava, estava procurando um imóvel maior, e que tinham encontrado uma casa maravilhosa, por R$9.000 o aluguel. O corretor de imóveis aconselhou o proprietário a não alugar para a creche municipal, pois a prefeitura poderia não pagar os aluguéis. Sinceramente, não sei nem de onde ele tirou essa ideia, eu já acharia justamente o contrário, imagina como seria bom alugar para a prefeitura, quantos anos de aluguel estaria garantido… Mas o proprietário decidiu não alugar para a creche, seguindo o conselho do corretor de imóveis, e o imóvel ficou vazio. Depois veio o coronavírus, as escolas fecharam, e agora com a crise pairando o nosso país, não acho que ele irá conseguir alugar um imóvel tão grande facilmente.

Gerente de banco

Muita gente já deve ter passado pela mesma situação. Lembro quando recebi meu primeiro salário de estagiária em uma empresa multinacional. Havia uma agência bancária do Itaú dentro dessa empresa. Saí da agência com um título de capitalização, pois o gerente disse que era o melhor investimento que eu poderia ter, para quem estava começando a investir. E ainda ficou tentando me empurrar um seguro…

Nutricionista

Também já fui numa nutricionista que falava que eu não iria emagrecer se não praticasse exercícios físicos, e que deveria comer de 3 em 3 horas (mesmo sem fome), lanchando pão com frios, que nem é algo tão saudável para se comer. Nem preciso dizer que não emagreci.

Foi só depois que comecei a estudar sozinha, que entendi como funciona o meu corpo. Emagreci 12 quilos em 3 meses, sem ter passado 1 único dia de fome e zero de exercício físico.

Contador

Eu até tinha um contador, mas parei de pedir os serviços dele, quando ele me aconselhou a abrir uma previdência privada no nome da minha filha.

Eu já estava investindo em renda variável, então se fosse para ter um contador, gostaria de ter um contador que também investisse em renda variável, pois nada como a prática para alcançar a excelência. Com o tempo, passei a estudar por conta própria.

Aliás, eu não tenho conta de investimentos no nome das minhas filhas, porque eu já tive 18 anos e sei o que elas vão fazer com o dinheiro (vai virar pó). Então antes de me preocupar com elas, eu me preocupo com a minha própria estabilidade financeira. Claro que quando elas crescerem mais um pouco e quiserem abrir uma conta pra guardar uma parte da mesada, aí sim, irei auxiliá-las com muito prazer.

Por essas e mais outras que sempre que possível, o melhor é não sair acreditando na primeira pessoa, nem na segunda, nem na terceira. Estudar e verificar se aquele conselho realmente faz sentido, é o melhor que podemos fazer.

~ Yuka ~

61 Comments on “Se não quer ser enganado, estude; ao invés de acreditar só nos outros”

  1. Minha mãe sempre diz: “quem quer faz, quem não quer manda” kkkk. E acredito que “fazer” é estudar sobre tudo o que precisamos de fato realizar com perfeição.
    Há alguns anos atrás, quase caí num financiamento de 30 anos de um apartamento horroroso por falta de estudo e graças a Deus consegui aprender melhor como ter amor ao meu dinheirinho (sozinha) a tempo de não cometer esta loucura!

    Obs: Percebi que nos últimos meses meu café da manhã de domingo é acompanhado pelos seus novos posts no blog 😁😁😁 Amoooo!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Vanessa, eu já cometi tantos erros, um erro atrás do outro, a parte boa que pelo menos eu aprendi hehehe. Quando não estamos dispostos a estudar, nos resta acreditar no que os outros falam, e infelizmente, como eles são vendedores, nem sempre os interesses coincidem com os nossos. Beijos.

      Curtir

      • Oi Maria, sim, eu acabei de terminar de assistir o programa que você falou, da Discovery, me emocionei em muitas cenas. Muito obrigada por ter compartilhado comigo. Respondi seu comentário no outro post também. Obrigada pelo carinho, viu? Um beijo pra você.

        Curtir

    • Yuka fiquei muito feliz q vc assistiu tenho certeza q vai ser muito util vai dar tudo certo para sua filha 😊 agora fico mais a vontade para comentar estou me organizando para voltar a estudar em 2021 beijos

      Curtir

      • Oi Maria, comente sim, sempre que possível, já deu pra perceber que gosto bastante de interagir, né? Estudar é sempre muito bom, eu mesma, nunca gostei de estudar no período da escola, só tirava umas notas bem ruins rsrsrs,

        Curtir

        • Oi Maria. Acabei enviando a mensagem antes de terminar de escrever, rsrs. Então, eu nunca gostei de estudar, meus professores sempre me comparavam com a minha irmã que era muito inteligente. Só gostei de estudar mesmo, há uns 5 anos, quando comecei a estudar assuntos do meu interesse, e não aquela coisa engessada da escola. Um beijo pra você.

          Curtir

  2. Yuka, fiquei pensando, quantas pessoas são enganadas nessa vida por não procurar saber sobre o que está consumindo/investindo/etc? Muitos confiam na palavra do outro.

    Eu até procuro me informar antes de alguma decisão, mas sou péssima de confrontar/questionar o vendedor/atendente. Mesmo estando no meu direito. Sinto que estou incomodando. Olha que doida! Kkkkkkkkkk

    Eu posso estar errada, mas tenho a impressão que a maioria dos japoneses são assim. Tudo tá bom. Não fazem barraco, não questionam. Simplesmente aceitam. E são fiéis a marcas. Meu pai mesmo, sempre falou que podíamos confiar na panasonic 😅 e tudo em casa era dessa marca.

    Enfim, seu texto foi inspirador. Creio que em era de tecnologia, as pessoas tem pesquisado mais antes de tomar alguma decisão. Mas infelizmente na internet também corremos risco de ser enganados. O jeito é pesquisar várias fontes, consultar várias pessoas/opiniões… da preguiça? Da! Mas melhor que se arrepender depois né?

    Beijão 💋

    Curtir

    • Oi Tiemi, as pessoas são enganadas sim, mas acho que a maioria nem tem consciência de que estão sendo enganados. Quando compramos algo sabendo a parte boa e a parte ruim, é uma coisa, mas muitas vezes, só nos mostram a parte boa, omitindo a parte ruim. Eu lembro quando tinha investimentos no Itaú, e já estudava sobre investimentos. O meu gerente me mostrava investimentos como se fosse a última oportunidade do momento, só que eu já meio que tinha entendido que não era lá grandes coisas. Quando perguntei se não havia investimentos melhores, com rendimentos melhores, que tivesse o FGC (fundo garantidor de crédito) como garantia, ele começou a engrossar comigo, dizendo que eu estava contestando a grandiosidade do nome Itaú. Como ele não tinha argumentos (hoje eu até desconfio que ele nem entendeu o que eu falava), partiu para a ignorância. Foi aí que eu tirei tudo (só deixei minha reserva de emergência) e transferi para uma corretora de valores. Melhor decisão que tomei na vida rsrs. Beijos.

      Curtir

  3. Verdade Yuca!

    É a tal “falácia da autoridade”, às vezes a gente coloca o poder na mão de quem, teoricamente, teria que ser especialista no assunto, mas quantos profissionais (até colegas) nem dominam propriamente suas áreas né?

    Complicado pq às vezes vou ficando desconfiada até da minha própria sombra.. kkkkkk!

    Mas a real é que poucas pessoas se aprofundam, a maioria vive na superfície…
    Então, se quisermos aprender de verdade, precisamos mergulhar no assunto.

    Curtir

    • Oi Cinthia, isso mesmo, adorei o “falácia da autoridade”. Hoje em dia com tantos excessos na internet, está até difícil separar o joio do trigo. Em relação a contador, advogado, assessores financeiros, eu penso assim: se somos 209 milhões de brasileiros, e até o ano passado, tínhamos somente 1 milhão de CPFs cadastrados na bolsa, a chance dessas pessoas saberem como funciona tributação, renda variável, tributação de investimentos no exterior etc, é muito, muito pequena. Então melhor eu mesma estudar rsrs. Beijos.

      Curtir

  4. Bom dia, como sempre maravilhoso esse texto! estou a exatamente 25 dias fazendo a dieta low carb, realmente tem que ter foco e disciplina, pois somos bombardeados a todo momento com tentações, resolvi não comentatr com ninguém que estou fazendo essa dieta, não quero opiniões ” vc não está gorda”, vc esta bem assim”, eu tenho que estar bem para mim mesma em primeiro lugar!

    Curtir

    • Oi Lindadrika, com a lowcarb, você vai perder peso com o tempo, naturalmente, pois está deixando de comer alimentos industrializados e passando a comer alimentos de verdade, e o mais importante: sem passar fome. Melhor coisa que você fez foi não comentar com ninguém, eu comentei a minha dieta achando que era só algo pra puxar assunto, e foi um bafafá rsrs. Beijos.

      Curtido por 1 pessoa

  5. Olá, Yuka! Mais uma bela reflexão hein,

    Afinal, sobre o certo e o errado o buraco é bem mais embaixo, e nós meros mortais temos de descobri-los por conta própria, saber nossos limites e assim escolher o melhor caminho!

    E ainda bem que o poder do tempo nos ajudou e ajuda ainda… E aposto que a Yuka de hoje olha com orgulho da Yuka do titulo de capitalização do passado… muitos aprendizados foram feitos haha

    Curtir

  6. Chega a ser constrangedor quando a gente passa a entender de investimentos e chega um gerente de banco oferecendo opções horríveis que só beneficiam o banco. Fico pensando quanta gente não cai na lábia… Tenho um amigo que trabalha em banco, e ele me disse que a pior parte do trabalho dele era TER QUE empurrar esses investimentos furados para idosos sem muito conhecimento, fazia parte da meta dele. Ele pediu pra ser transferido e parou de atender o público. Pra mim, isso é má fé institucionalizada.

    Curtir

    • Oi Felipe, a irmã de uma amiga trabalha em um banco e é exatamente isso que você descreveu. Ela se diz constrangida de ter que empurrar título de capitalização, seguro de vida, seguro de não sei o quê, pra pessoas que claramente não tem boas condições financeira, pois tem meta pra cumprir. Deve ser muito difícil principalmente quando o funcionário do banco já entende o mínimo de investimentos e sabe que está empurrando produtos ruins. Como diz meu marido, banco é uma instituição que tem o aval do governo pra roubar da população.

      Curtir

  7. Olá Yuka!

    Ótimo post. Realmente, este entendimento é irmão daquele outro “quer bem-feito – faça você mesmo.” Aprender é crucial para o auto-desenvolvimento, e nada me provou isso tanto quanto aprender a investir e… o Linux!

    99% das pessoas sabem usar um computador – mas não sabem como ele funciona. E nessa ignorância, desenvolvedores de software podem tentar levar vantagem da mesma forma que um gerente de banco. É isso que explica o Windows tradicionalmente cheio de vírus e empresas como Norton e McAffee vendendo a “cura” pra eles, computadores novos que se tornam velhos em dois anos por conta de software artificialmente inchado para consumir mais recursos… e aprender como o seu computador funciona com o Linux te prepara a ver essas armadilhas.

    Mas é difícil se tornar preparado pra tudo, acho que independente de quão esperto alguém for, sempre vai haver algum “açougueiro dando dicas de dieta” por aí…

    Abraços e seguimos em frente!

    Pinguim Investidor

    https://pinguiminvestidor.com

    Curtir

    • Oi Pinguim, exatamente sobre “quer bem-feito – faça você mesmo”. Com a declaração do meu imposto de renda penso exatamente desta forma. Quem é a pessoa que tem mais interesse em fazer tudo certinho, para conseguir a restituição dentro da lei? Eu! Na verdade, eu pinto as paredes da minha casa por conta própria pelo mesmo motivo. Quando contratei um pintor, não gostei do trabalho, e tive que repintar algumas partes. Paguei muito caro, e não valeu a pena. Depois disso, comecei a pintar eu mesma. Claro que muitas coisas precisamos confiar e contratar serviços, mas aí tenho preferido receber indicações. Beijos.

      Curtido por 1 pessoa

  8. Ótimos exemplos. Aliás, não sei pq alguém contrataria um contador para fazer imposto de renda e tal. Os caras, 99% deles, sabem menos que nós FIREEs. É só estudar e aprender e nao precisa muito para saber mais que eles que passam 4 anos numa faculdade e nào aprendem praticamente nada util. Temos que ser espertos; quase ninguem faz melhor que nós mesmos ou temos mais interesse nisso que nós mesmos . Abcs

    Curtir

    • Oi Simone, eu sempre lembro que até o ano passado, só tinha 1 milhão de CPFs cadastrados na bolsa de valores, sendo que somos 209 milhões de brasileiros. A chance dos nossos contadores e qualquer outro profissional não terem muita noção sobre renda variável é grande, então nada melhor do que nós mesmos cuidarmos no nosso próprio dinheiro. Beijos.

      Curtir

  9. Adoro esses textos sincerão, sem romantismo. A vida como sempre é uma excelente escola. Obrigado por reforçar que evoluímos, inclusive, sendo enganados de diversas formas.

    Curtir

  10. Olá Yuka,
    Perdi as constas de quantas vezes fui feita de trouxa.Hoje estou mais ressabiada.
    Quando a estudar não existe outra opção.
    Como ter um futuro tranquilo sem estudar: educação financeira,cuidados com a saúd3/alimentação e ir se adequando ao mercado de trabalho?
    Minha penúltima entrevista de emprego foi a 10 anos atrás. Semana passada tiver que fazer um imersão para entender a complexidade das entrevistas de hoje.Fiz uma e me saí bem pois segui a cartilha da atualidade.
    O que mais vejo são as pessoas com resistência aos estudos e se adaptar.Eu confesso que para mim com 34 anos mudar é chato, mas diante da realidade tenho que aceitar, estudar e ir em frente.

    Curtir

    • Oi Marcela, mudar sempre é difícil, porque saímos da nossa zona de conforto. Reclamar, muitas vezes, é o caminho mais fácil, e é o caminho que a maioria de nós seguimos. Sempre lembro que foi em 2015 que descobri sobre investimentos, e principalmente, sobre a força dos juros compostos. Falei pra tanta gente rsrs, queria que todo mundo se beneficiasse da “minha nova descoberta”, mas todo mundo desanimava quando eu falava que tinha que fazer isso (estudar e aportar mensalmente) por uns 10 anos. Já se passaram 5 anos desde então… sei que daqui a 5 anos, em 2025, quando eu completar 10 anos de aportes mensais, muita gente nem vai ter saído do lugar, reclamando da vida. Beijos.

      Curtir

  11. Obrigado por compartilhar.

    Eu também sou autodidata. E, como você, também já cai no conto do gerente de banco.

    Só o conhecimento liberta!!!

    Abraços!

    Curtir

    • Oi Longa, quem nunca, não é mesmo? Acho que são poucos os que não caíram no título de capitalização, ou na previdência privada. Errar faz parte da evolução hehehe. Estudar tem sido uma das melhores revelações da vida. Beijos.

      Curtir

  12. De todas as coisas que você mencionou a que mais de me deixa indignado é a declaração de imposto de renda, a maioria das pessoas tem uma declaração supersimples pra fazer, que com não mais do que algumas dezenas de minutos vendo vídeos e lendo material gratuito na internet já conseguiram por conta própria.

    Acho que muita gente cria uma certa barreira, e duvida da própria capacidade de aprender algo sem ao menos tentar se inteirar sobre os conhecimentos/habilidades necessárias. No mundo da internet dá pra aprender quase tudo sozinho.

    Abraços,
    Pi.

    Curtir

    • Oi PI, é verdade, tem muita gente que tem medo de fazer a declaração do imposto de renda, por mais simples que seja, por mais que tenha inúmeros tutoriais na internet. Eu lembro que as minhas primeiras declarações, sempre tinha que fazer o retificado, porque a todo momento percebia que tinha feito algo de errado rs. Às vezes no mesmo ano, eu tinha que retificar 3 vezes, mas foi assim que eu aprendi a declarar sozinha. Também concordo com você, a internet revolucionou o modo da gente estudar, em todas as áreas do conhecimento. Eu sempre dizia na época do colégio, que odiava estudar, porque “estudar” estava relacionado a decorar matérias que não gostava. Hoje, estudar é ir atrás das curiosidades que tenho, então hoje eu gosto muito de estudar rs. Beijos.

      Curtir

  13. Quem acredita que nunca foi enganado, está enganado ou está se enganando.

    São diversas as situações nas quais de alguma forma podemos ser passados para trás, uma situação clássica é quando precisamos fazer manutenção em algo, seja carro ou aparelho eletrônico ou de informática ou mesmo quando precisamos fazer reforma de imóvel ou construção do mesmo.
    A chance de ser enrolado nessas ocasiões é grande.
    É praticamente impossível nunca passar por situações em que estamos vulneráveis.

    Mas completando o que escreveu o Poupado do Interior, além do fato de muitas vezes acreditarmos que determinado assunto é muito complexo para entendermos, também há uma questão que é uma mistura de preguiça com questão cultural, que é a questão de pagar pelo que não queremos ou sabemos fazer.

    Curtir

    • É verdade anônimo, nós somos enrolados a todo momento, só não temos ciência de todos os casos. Eu não tenho carro, mas já tive, e tinha uma impressão de que era bastante enrolada pelos mecânicos. Quando eu levava o carro na mecânica para revisão, “surgiam” diversos problemas aqui e ali, e o orçamento da revisão era o olho da cara. Já quando meu ex-marido levava o mesmo carro, todos os probleminhas sumiam, e era basicamente troca do óleo, rodízio do pneu, e por aí vai. Tanto que prometi pra mim mesma, que se eu um dia viesse a comprar um carro novamente, irei fazer um curso básico de mecânica. Claro que isso não será um impeditivo de ser enrolada, mas pelo menos o basicão eu saberei.

      Curtir

  14. Oi Yuka! Peço licença pra discordar em parte de você e de alguns comentários acima. Minhas observações são de alguém que também já foi muuuuito enganado e até hoje ainda é (é muita ilusão achar que a gente é cascudo), abordando por tópicos para fazer alguns contrapontos:

    Contador: muitos não sabem e não querem aprender a fazer IRPF. Concordo que pra muita gente é simples, mas nem sempre é. Sabem preencher o Carne-leão e GCAP? Exportar pro IRPF? Preencher mês a mês para compensar seus prejuízos em renda variável? Sabem declarar um imóvel (vejo direeeeto alguém atualizando o imóvel pelo valor de mercado – algo MUITO errado)? Um bom contador pode evitar malha fina, multas e dor de cabeça, além de aliviar o psicológico (medo), visto que ele possui responsabilidade profissional com sua declaração.

    Previdência privada: senti uma birra sua com esse investimento. Entendo que há taxa de administração a ser paga ao gestor do fundo de previdência escolhido, mas é uma modalidade de investimento passivo bem ponderável, especialmente com a possibilidade de, em um único plano, você poder escolher diversos fundos distintos. O IR de 10% após 10 anos de cada aporte também pode ser um grande diferencial no longo prazo, talvez até compensando as taxas de administração. A ausência de imposto de transmissão de herança para VGBL (que tem natureza jurídica de seguro) também é uma baita vantagem, assim como a compensação de IR para o PGBL, a quem se aplicar e souber fazer a conta certa. A única grande desvantagem que enxergo são as taxas de adm. Creio que todo investidor deveria considerar ter PARTE da carteira em previdência privada (lembrando que é minha mera opinião).

    Gerente de banco: uma vez que você entenda que é um VENDEDOR movido a metas, o relacionamento fica mais fácil de lidar. Já comprei capitalização de 50 reais por mês só pela abordagem feita em “me ajudaria muito a bater minha meta”; em troco tive um tratamento e beneficio que compensou demais receber sem juros o valor aplicado 1 ano depois. Agora, se seu gerente não respeita sua inteligência, é hora de trocar, no mínimo, de agência.

    Corretor de imóveis: esse que você mencionou me impressionou. Nunca vi um corretor que recomendou NÃO fechar um negócio pra receber comissão. Quis dar opinião sem que tenham pedido só pra posar de bacana e ferrou com todos. A culpa é toda do proprietário, a meu ver, até porque o proprietário de um imóvel desse porte deveria ser bem instruído.

    Conta em nome das filhas: pelo pouco que te conheço, é improvável suas filhas irem à forra na maioridade, mas é claro que não é impossível. E se elas nem souberem da existência da conta? Inclusive você pode fazer IRPF pra elas quando necessário e elas nem saberem. A grande vantagem é que você pode montar uma carteira de longuíssimo prazo e minimizar muito eventual imposto sobre herança, já que a maioria dos Estados tem um limite anual de isenção para imposto (ex: se você doar até 40 mil por ano pra cada filha, não paga imposto). Acho que vale estudar a respeito.

    Beijos! 😘

    Curtir

    • Oi AC, seu ponto de vista é sempre muito bem-vindo, gosto bastante de aprender com você.
      Sabe que sobre previdência privada, devo ter birra mesmo kkkk. Reconheço as vantagens tributárias e também que em caso de morte, é um dinheiro desbloqueado facilmente para a família, mas por enquanto é algo que não chego perto. Eu descobri que tenho muita dificuldade em lidar com instituições que querem controlar o meu próprio dinheiro, com a desculpa de me “proteger”, como o FGTS (que não consigo sacar), a previdência privada (para sacar antecipadamente, perde-se muito dinheiro), e tenho também uma previdência complementar do governo do estado que eu entrei por ser funcionária pública (e me arrependi amargamente de ter entrado, pois só posso sacar o dinheiro quando completar 55 anos), então hoje, fujo a todo custo desses investimentos. Prefiro investimentos que eu tenha liberdade para comprar mais, ou vender, se for o caso.
      Agora sobre as minhas filhas, quando eu era bem nova, minha mãe abriu uma poupança para mim e para as minhas irmãs. Como ela não tinha muito dinheiro, não era muita coisa, mas foi com ótima intenção que ela fez isso, um início pra gente começar a poupar. Pois bem, no mesmo dia que eu ganhei o cartão da Nossa Caixa Nosso Banco (lembra?), saquei todo dinheiro e comprei diversos aquários e peixes… Comprei uns 10 aquários… que exagero da minha parte rsrs. Lembro da expressão de decepção da minha mãe até hoje kkkk. Ainda bem que minha mãe não tinha me dado muito dinheiro, porque se fosse bastante, tenho a impressão de que teria torrado da mesma forma rsrs. Beijos.

      Curtir

      • Hahahahahagha
        Rolei aqui com o episódio dos aquários!!!
        Sua mãe talvez não tenha dado instruções claras como você dará pras suas pequenas e nem pensou em manter as contas em segredo até notar o mínimo de sensatez com os gastos. Acho que ainda é um assunto a pensar!
        Beijos

        Curtir

  15. Yuka fiquei muito feliz q vc assistiu tenho certeza q vai ser muito util vai dar tudo certo para sua filha 😊 agora fico mais a vontade para comentar estou me organizando para voltar a estudar em 2021 beijos

    Curtir

  16. Excelente post, como sempre. Meus parabéns.

    Também já foi enganado por diversas vezes. Não sigo mais conselhos de gerente de banco sobre investimentos. Sai do comodismo e da zona de conforto de ficar perguntando e pedindo conselhos pra decisões que devem ser tomadas apenas por mim.

    Enfim, conhecimento realmente é poder e, também, uma forma exercer o nosso protagonismo.

    Obrigado pelo post.

    Abraço!

    Curtir

    • Oi Danilo, acho que é natural no início dos estudos ficarmos com aquela dúvida “onde eu invisto?”, “qual o melhor investimento pra mim”, devo ter feito muitas dessas perguntas rsrs, mas aos poucos a gente vai evoluindo, estudando e se tornando autodidata. Depois que a gente aprende a estudar sozinho, muitas portas começam a se abrir e começamos a ter mais coragem de adentrar em assuntos que em situações normais, nem entraríamos (como eu, que comecei a me interessar em estudos neurológicos depois que minha filha foi identificada com gagueira), internet é um mundo fantástico!!! Beijos.

      Curtir

  17. Exatamente, Yuka!

    É um círculo vicioso que pedindo “dicas”, as pessoas esquecem-se de estudar, de pensar e de ser autônomas em sua própria vida. E sem obter os benefícios do estudo, vão terminar por pedir mais “dicas”…

    Pedir dicas não faz parte de um modelo mental de alguém que deseja alcançar a liberdade financeira. Ela estará sempre dependente de alguém guiando seus passos financeiros dia a dia.

    Abraço!

    Curtir

    • Oi André, é verdade, e esse círculo vicioso vai deixando a gente cada vez mais acomodado. Por isso hoje eu percebo como é importante não darmos dicas financeiras, porque o que serve para mim hoje, pode não servir mais amanhã, por uma estratégia puramente pessoal. Aí a pessoa que seguiu a dica não vai saber o que terá que fazer depois… Beijos.

      Curtir

  18. Bom dia!! Realmente depois que passei a estudar por conta própria sobre tudo, minha vida melhorou muito.

    E vc falar sobre não fazer um investimento em nome das filhas me deu uma luz. Porque eu comecei a investir há pouco tempo, e fiquei pensando em fazer um investimento para o meu filho, hoje com 6 anos.

    Mas acho que faz mais sentido investir pra mim, e depois ajudá-lo a investir mesada e ir ajudando quando necessário, como vc falou!!! Obrigada pela dica!! Se sentir que será válido, fale mais sobre isso mais pra frente!!

    Bjs e ótima semana pra nós!

    Curtir

    • Oi Débora, essa parte de investimentos pra filhos, vejo que há várias pessoas com opiniões diferentes. Na minha opinião pessoal, eu prefiro investir na minha tranquilidade financeira, e no momento que minhas filhas precisarem de dinheiro para algum projeto (faculdade, intercâmbio, até mesmo abrir algum negócio etc), eu prefiro oferecer o dinheiro para elas, ao invés de abrir alguma conta investimento para elas. Eu já tive 18 anos, já tive 25 anos… e olha, minha cabeça era de vento kkkk. Não pensava como penso hoje, torrava todo o dinheiro. Não fazia dívidas, mas também não guardava dinheiro… então prefiro não arriscar rsrs. Beijos.

      Curtir

      • Oi, Yuka! Concordo com você. Faço o mesmo com minha filha de 05 anos. Com orientação e exemplos vou educá-la financeiramente, mas também prefiro investir na minha tranquilidade financeira e dar alguma ajuda a ela, se necessário.

        Curtir

        • Oi Márcia, pois é, nós já fomos jovens rsrsrs… Se minhas filhas seguirem o meu (mau) exemplo, no dia que descobrirem que tem uma conta com dinheiro no nome de cada uma… tenho até medo de pensar o que elas vão fazer com o dinheiro… rs. Beijos.

          Curtir

  19. Viver Sem Pressa, nosso livro diário de domingo, acompanhado nosso café da manhã.
    Yuka, amo seus posts, e nos faz refletir sempre, eu também estou nessa busca de conhecimento, sem ele somos facilmente enganados.
    Estou em busca de sempre evoluir, e temos que estudar e ler muitos assuntos aleatórios, assim aprendemos mais, e erramos menos.
    Uma super semana produtiva e leve…

    Bjs

    Dri 😀

    Curtir

    • Oi Dri, estudar e ler assuntos aleatórios acho ótimo. E também ouvir diversas opiniões diferentes da nossa. Com as redes sociais, a tendência tem sido concentrar pessoas que possuem as mesmas opiniões que as nossas, então acho muito válido quando tem alguém com opiniões diferentes pra fazer a gente pensar. Beijão.

      Curtir

  20. Voltei só para comentar e rir junto, com a quantidade de aquários comprados 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣
    Obcecada heim?!!! kkk
    E que fim levou os aquários? Só curiosidade😁
    (a pessoa volta aqui para ler alguns comentários, e não resiste em comentar kkkkkkkkk

    bjssssssssssss

    Dri 😀

    Curtir

    • Ah Dri, ri não kkkkk. É que eu queria muito um cachorro ou um gato, mas minha mãe não deixava, teve um dia que ela falou que deixaria se fosse peixinhos. Pronto. Comprei vários aquários, centenas de peixes… na falta de dinheiro, comecei a criar peixes em baldes e bacias também… e eles começaram a dar filhotinhos kkkk. Essa minha “febre de peixes” muitos anos, depois foi passando, morrendo aos poucos, e acabei me desfazendo de todos os aquários kkkkkkk. Coitada da minha mãe, foi decepção total. Beijos.

      Curtir

      • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk minha nossa baldes !!!! Criando peixes em casa, daria para ter começado a ser empreendedora naquela época ! hahahaha
        Menina eu amo bichos e plantas, sabe que na minha casa sempre tive cachorro, peixes, passarinhos. (passarinho nunca achei legal ficar em gaiolas, tanto que nunca quis ter em casa).
        Mas aqui já tivemos peixinho beta. E os aquários redondos estão guardados kkk. Nesse caso minha mãe deu para as crianças.
        Agora quando me casei trouxe junto um jabuti que tinha ganhado aos 18 anos, e uma poodle que faleceu ano passado aos 15 aninhos, meu marido pensa, nunca teve um animalzinho e teve que ter sem ao menos decidir se queria…ai aqui temos hoje : o Jabuti (que está firme e forte!), uma vira-lata de 4 anos, 1 gatinho (nunca tinha criado na vida, e nem tido, estou amando muito…se soubesse que era assim tinha tido muito antes), 1 gerbil e agora uma porquinha da índia (essa última, valeu a experiência🙄). Hoje penso muito que estou na fase gatos, e como essa experiência é única e inexplicável, tenha um se ainda tiver disposta, adote. Vai fazer um bem danado a suas meninas.
        E a você!
        Super bjs e falei muito rs. Eu falo muito 😁

        Dri 😀

        Ps: Meu marido tinha trauma de gatos, ele superou, agora ama nosso Floquinho (ele ta com 4 aninhos)

        Curtir

        • Nossa, você tem praticamente um zoológico na sua casa kkkk. Eu não dou conta… Preciso esperar minhas filhas crescerem mais um pouco. Nessa pandemia, já consegui introduzir plantas, já foi um começo rsrs. Beijos.

          Curtir

  21. oi Yuka,

    Morri de rir com a história dos peixes! Eu também queria um cachorro e acabei ganhando uma gata, mas foi a minha mãe que pagou, não eu, rsrsrs.

    Eu concordo com você sobre a questão de colocar dinheiro no nome dos filhos. Não pretendo fazer isso, nem previdência privada, nem poupança, nem apartamento e carro quando crescer. Acho que as pessoas só valorizam as coisas que conseguem com o próprio esforço e a vida da minha filha já é muito mais privilegiada que a minha e a do pai dela, e infinitamente com mais condições que os avós dela. Então, sim, posso pagar por estudo, e vou, mas dinheiro para fazer o que quiser não. Ela ganha mesada, e, às vezes, alguns presentes dos parentes em dinheiro. Guarda o dinheiro e quando quer muito alguma coisa eu oriento ela sobre como gastar. A ideia da mesada é que ela comece a ter alguma autonomia para gastar e tomar decisões sobre o dinheiro.

    Tem o outro lado também, que muitos pais dão dinheiro para os filhos como uma forma de controle, porque assim podem ter os filhos dependentes por mais tempo (é horrível, mas conheço vários casos).

    Algumas dessas situações que você listou eu considero mais como inexperiência e insegurança. Quando a gente é mais nova, é muito insegura e tende a ficar pedindo mais conselhos. Depois a gente percebe que os conselhos podem fazer a gente perder bastante dinheiro (e claro, quem perde é a gente, não a pessoa que aconselhou) e se dá conta que é melhor pensar com a própria cabeça. Sem contar que o corretor e o gerente tem os interesses deles em primeiro lugar, não os nossos. Mas já tive boas experiências com corretores, e o meu gerente de banco não sugere nada, pelo contrário, quando peguei um financiamento para trocar de apto ele me perguntou se eu ia quitar ele quando vendesse o outro porque as condições eram péssimas. Era o que eu ia fazer mesmo, mas achei legal ele ter perguntado. Inclusive ele comentou que era contra os interesses do banco, que os índices deles pioram quando alguém quita uma dívida. Que o melhor dos mundos para o banco é quem se endivida mas paga em dia. Nutricionista eu nunca fui, acho muito esquisito alguém dizendo o que eu posso comer ou não, sem contar que essa história de comer de 3 em 3 horas sempre me engorda. Contador também nunca tive, sempre fiz meu IRPF, desde sempre.

    Além dos teus posts, que eu adoro, gosto muito de ler os comentários, muita gente legal colocando os seus pontos de vista de forma educada e construtiva.

    beijo, Daniela

    Curtir

    • Oi Daniela, kkk, essa história do peixe minha mãe lembra até hoje… eu também não pretendo comprar apartamento para as minhas filhas, nem carro. Também concordo em relação aos privilégios que você citou, sinto a mesma coisa com as minhas filhas. Elas possuem muito mais brinquedos do que eu tive na vida inteira, comem alimentos que eu não tive tanto acesso quando criança, já viajaram, moram em um local bacana, enfim, vivem bem. Eu me preocupo mais em não onerar minhas filhas do que ajudá-las, porque tem sido assim na minha família. Minha avó poupou dinheiro suficiente para viver até o dia de sua morte, e não precisou depender financeiramente dos filhos. Minha mãe percebeu que isso já tinha sido MUITA ajuda. E resolveu fazer o mesmo, poupou dinheiro para que quando envelhecesse, também não precisasse depender financeiramente de nós. E estou indo pelo mesmo caminho. Estou fazendo o mesmo, para que minhas filhas não precisem se preocupar com a nossa aposentadoria. Eu tenho amigas que precisam ajudar os pais, então sei que não é fácil equilibrar as contas.
      Citei os exemplos que não deram certo no post, mas também tenho ótimos exemplos bons, a minha atual corretora de imóveis é maravilhosa, ela é muito atenciosa e competente, na verdade, às vezes até acho que ela faz além, o que me fez comprar alguns mimos pra ela. Tenho também um advogado que já me viu chorar tantas vezes (quando ainda tinha o apartamento cobertura que me dava muita dor-de-cabeça), quando eu ligava pra ele chorando, ele falava pra eu engolir o choro kkkk, e aparecia na frente do meu prédio em menos de 10 minutos pra me ajudar a resolver os problemas. Não posso reclamar, tenho ótimas pessoas do meu lado. Um beijo pra você.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: