Crie rotinas que tornam a sua vida melhor

Laptop, Café, Tabela, Ar, Fundo, Bebidas, Blog, Blogger

Todas as imagens deste post são da Pixabay.

A parte ruim da vida moderna é que a vida se tornou muito corrida.

Tão corrida, que a rotina nos atropela diariamente, mal dando tempo de aproveitar os pequenos prazeres da vida.

Se a rotina faz com que tudo se funcione no piloto automático, por que não fazer com que hábitos prazerosos também se tornem rotina?

E é com essa introdução que eu apresento as rotinas que tornam a minha vida mais leve:

Todo dia é dia de Café da Noite

Latte Art, Café, Café Com Leite, Gangneung

Para alguns pode soar absurdo, mas eu e meu marido tomamos nosso cafezinho da noite. Muitas vezes quando ele vai colocar as meninas para dormir, acaba dormindo junto. E aí lá vai eu acorda-lo para ter a minha companhia do café. Outro dia uma pessoa perguntou “você acorda seu marido às 23h pra tomar café?” Sim… é o momento mais gostoso do meu dia.

Quarta-feira é dia de filme

Pessoas, Mulher, Tv, Filmes, Televisão, Feminino, Feliz

Certo, tem semanas que simplesmente é impossível assistir algo, mas na medida do possível, estamos tentando resgatar esse costume. Quarta-feira é dia do meu marido fazer home-office, o que significa que quando chego em casa, ele já está me esperando, tornando o fim da nossa noite bem produtiva. É o dia que quando não assistimos um filme, nosso Café da Noite” dura 2,  3 horas…

Sexta-feira é dia de “Sexta-feira Feliz”

No post anterior, comentei sobre a Sexta-Feira Feliz que eu faço com as minhas filhas. Na volta da creche, diariamente, eu passo na frente de diversos comércios e ambulantes que vendem guloseimas, e sei que é uma grande tentação para as crianças (se até para o adulto é…). São lojas de doces, esfiharias, lanchonetes, sorveterias… fora os pipoqueiros, tem gente que vende açaí, milho cozido, tapioca, cachoro-quente etc. Minhas filhas pedem para comprar algo para comer na volta da creche, e eu sempre digo que não, mas permito que elas escolham 1 coisa às sextas-feiras. Isso fez com que elas tenham aquela ansiedade boa da chegada da sexta-feira, além de estarem aprendendo a ter paciência.

Fim-de-semana é dia de fazer bolo (ou qualquer outra coisa gostosa)

Biscoitos, Chocolate, Sobremesa, Doces, Bolo, Geada

Eu costumo reservar o fim-de-semana para fazer alguma coisa gostosa para a minha família. Além de um almoço caprichado, faço sempre alguma coisa para agradar meu marido e as crianças. Às vezes é bolo, um pão caseiro, uma focaccia, um brigadeiro, um bolinho de chuva, etc.

Quarta-feira e Sábado é dia de passar no mercado orgânico

Produtos Hortícolas, Jardim, Colheita, Orgânicos, Verde

Toda quarta-feira à noite (eu sozinha) e sábado de manhã (com a família toda) eu passo numa loja que vende somente produtos orgânicos que fica a alguns quarteirões de casa. Abasteço a minha geladeira e a fruteira com morangos, bananas, maçãs, brócolis, pepino, pimentão, tudo orgânico. É vida entrando dentro de casa. É consumo com propósito.

Almoçar em um lugar bem legal com a família 1 vez por mês

Pequeno Almoço, Alimentos, Comer, Refeição, Manhã

Eu tento escolher um lugar bacana para almoçar com a família pelo menos 1 vez por mês. Acho importante que as crianças aprendam a se comportar em local púbico, como em um restaurante. Que aprendam a esperar, aguardar pelo prato, a não sair da cadeira enquanto almoça, e para que descubram novos sabores…

Almoçar em um lugar bem legal só eu e meu marido 1 vez por mês

Pessoas, Homem, Mulher, Casal, Segurando As Mãos

A mesma coisa vale para mim e para o meu marido. Tentamos almoçar juntos, só nós dois, pelo menos 1 vez por mês. Acho importante esse momento que nós temos. Para isso, aproveitamos a quarta-feira que ele faz home-office. Como eu moro relativamente perto do meu trabalho, ele vai de metrô me encontrar e almoçamos em algum juntos.

Tomar banho junto com as crianças durante a semana

Durante a semana, tenho o costume de tomar banho com as minhas filhas. Quando eu só dava banho nelas, elas faziam birra, não queriam tomar banho, era uma tarefa árdua. Quando passei a tomar banho com elas, nunca mais tive esse problema. Elas adoram tomar banho comigo. Enquanto elas brincam dentro da bacia, eu dou banho e ainda tomo banho. A melhor parte é que agiliza muito, e todo mundo sai de banho tomado.

* * *

Essas são algumas das rotinas que eu tento estabelecer. Algumas (como a feira orgânica) são decisões recentes e portanto, iniciativas recentes. Outras, são mais antigas.

Para que as decisões acima se tornassem um hábito, eu precisei anotar durante semanas na minha agenda do celular para que eu não esquecesse. Todo início do mês, eu anotava na agenda “escolher restaurante para ir com marido”, “escolher restaurante para ir com as crianças”, “comprar orgânicos”, “qual filme assistir?”, entre outras anotações.

Meu marido sempre comenta que quando ele era criança, a mãe dele fazia compra no supermercado uma única vez por mês (por conta da inflação). Como a família dele não tinha muito dinheiro, ela liberava algum doce apenas nas sextas-feiras. Ele lembra desse período com muito carinho. E foi inspirado na mãe dele que eu criei para as minhas filhas a “sexta-feira feliz”, torcendo para que elas lembrem das nossas sextas-feiras felizes quando forem maiores… e também de todas as outras nossas rotinas.

~ Yuka ~

Anúncios

29 comentários em “Crie rotinas que tornam a sua vida melhor

  1. Oi Yuka, muito bom seu texto de hoje! Todos são né 😁….
    De certo que suas filhas não só lembrarão das “sextas felizes” com carinho como reproduzirao todas as coisas boas aprendidas com vocês. Deus abençoe…. vocês são o que Deus planejou para ser de fato “família “….

    Curtir

  2. Olá, Yuka!

    Eu concordo que o hábito é realmente uma das armas mais poderosas do ser humano. Um dos primeiros livros que li depois de adulto (até mais ou menos meus 21 anos eu odiava ler, só mesmo na aula que eu lia, deveria escrever sobre isso algum dia) falava alguma coisa do tipo: “Habits are good because they require no effort. Make sure you have the right ones, though.”

    Eu passei a me atentar mais aos hábitos que eu tinha quando comecei a ler sobre a educação financeira e ver que, de maneira simplística, nós somos a soma bruta de todos os nossos hábitos. Esta revelação foi tão óbvia, mas tão poderosa. O meu hábito mais recente (copiado dos muitos milionários) foi acordar cedo. Tomou muita disciplina e preguiça no começo, mas hoje considero “tempo perdido” se eu acordo depois das 6h da manhã.

    Agora, o seu café noturno realmente me surpreendeu. Eu particularmente estou tentando diminuir a cafeína, como você consegue dormir depois disso? rs

    Abraços e seguimos em frente!

    Pinguim Investidor
    https://pinguiminvestidor.com (domínio novo!)

    Curtir

    • Oi Pinguim, você tem total razão quando diz que “nós somos a soma bruta de todos os nossos hábitos”. Pode ser óbvia, mas a conscientização é difícil. Da mesma forma que para ter milhões na conta é preciso iniciar pelo primeiro real; para ter um corpo saudável, é preciso fazer alguns sacrifícios (reduzir doces, carboidratos, incluir exercício físico etc), é preciso começar de algum ponto. Com os hábitos são a mesma coisa. Se a cada 6 meses conseguirmos mudar nosso padrão de comportamento, ter um hábito saudável, tornar disso rotina, imagina como nosso dia-a-dia não se tornaria melhor, mais fácil. Sobre o café, pois é, todo mundo se surpreende hehehe. Acho que eu e meu marido conseguimos dormir porque dormimos pouco por causa das 2 crianças pequenas que temos em casa, dá um baita de um trabalho, nada tira nosso sono rsrs. Beijos.

      Curtido por 1 pessoa

      • É verdade Yuka. E me parece uma boa meta essa aí: a cada 6 meses adotar um hábito produtivo, saudável ou que acrescente alguma coisa para nós.

        Fico só imaginando como deve ser ter crianças na casa assim ouvindo as histórias dos meus amigos… muitas noites viradas?

        Abraços e seguimos em frente!

        Curtido por 1 pessoa

    • Oi Fernanda, olha só que hábito gostoso que vocês tem em casa. Depois que eu conseguir incorporar os meus hábitos novos (consumir produtos orgânicos ainda está muito recente, nem sei quanto sairá em relação ao orçamento, ou até que ponto iremos substituir os produtos como leite, mercearia etc), depois acho que vou incluir essa de quinta-feira de massa. Meu marido e minhas filhas adoram massa, acho que iriam gostar de ter a “Quinta-feira de Massa” rsrs. Beijos.

      Curtir

  3. Oi, Yuka! Agora li seu texto. Hj me atrasei um pouco. E não é que ele tem a ver com o que conversamos hoje? Que legal! Vou tentar seguir essas dicas para trazer mais colorido para minha vida que está cada vez mais cinzenta e eu, mais ranziza e chata. Rs Beijos

    Curtir

    • Oi Thaís, você não é ranzinza e chata, nem precisa se preocupar rsrsrs. Vamos incluir nossos encontros como rotina também heim, pra gente se encontrar mais vezes. Beijos.

      Curtir

      • Oi, Yuka! Acho que são pequenos momentos de felicidade como estes que fazem a vida valer a pena. Vejo pessoas já reclamando em plena segunda-feira de terem de trabalhar. Já chegam desanimadas. Ficam contando os dias para o próximo feriado ou dia de folga. Noto que elas não percebem que a vida também passa e que devemos aproveitar todos os dias sem exceções.

        Curtir

        • Oi Luana, acho que o segredo é tentar enxergar o lado bom das coisas, apesar das dificuldades diárias. Não é fácil, mas também não é impossível. Enxergar o lado bom das coisas é um exercício diário que todo mundo deveria tentar 🙂 Beijos.

          Curtir

  4. Oi Yulka. Aqui em casa elegemos a terça a noite para cuidar da nossa espiritualidade.Oramos, fazemos pesquisas bíblicas e meditamos em como essas infoações podem influenciar nossa vida.

    Curtir

  5. Que alegria atualizar a página e ver post novo! E como eu amei esse post!

    Lembro com carinho de algumas coisas simples que meus pais faziam comigo na infância antes do divórcio. Uma delas era no final de semana chuvoso ou com neve, montar quebra-cabeça em casa com a família toda! Meu quarto tinha todas as paredes lotadas de quadros que fazíamos dessa época! E quando o tempo estava ensolarado, nossa tarefa era conhecer os parques públicos da cidade (Japão é maravilhoso nessa parte! Tem muitos). Engraçado que não lembro das coisas que eles me davam, apenas desses momentos. Não sou ingrata a ponto de dizer que já passei vontade de algum brinquedo/comida/guloseima (nunca passei!), mas também não tenho lembranças das coisas que tive…

    Quando casei com meu marido, criamos um hábito que nem ele e nem eu tivemos em nossas casas: fazer pelo menos 1 refeição juntos na mesa! As vezes, no final de semana, quando compramos pizza ou lanche, nos damos ao luxo de comer no sofá em frente à TV. Mas é raro! E ele até pergunta: “não vamos comer na mesa?”, até parece um ato de rebeldia comer fora do nosso espaço normal. Mas acho necessário de vez em quando “quebrar a rotina”.

    Também faço, pelo menos 1x por mês: SPA nele! Kkkkkkkkk… ele adora! E quem não gosta né? Eu faço hidratação no cabelo dele, passo máscara no rosto, faço esfoliação nos pés… e ele em mim! Alguns diriam: “isso é coisa de mulher!” Mas acredito que por trás desse ritual belezistico, existe algo que todo mundo adora: ser cuidado por alguém!

    Comer fora alguma vez no mês também era um hábito nosso, infelizmente nessa reta final de gestação, não estou conseguindo ter muito pique pra sair de casa, mas espero poder continuar nosso hábito mesmo pós filhos.

    Uma coisa que a gente ama é pelo menos 1x por mês receber amigos em casa para fazer: noite da pizza, do cachorro quente, do pastel… a gente também brinca de banco imobiliário, UNO, baralho… sempre muito divertido!

    Outra coisa é reservar 1 dia no mês pra sairmos sozinhos! Isso mesmo. Além da mesada que “ganhamos” temos o crédito de sair 1x por mês sozinhos com nossos amigos. Meu marido pratica Airsoft e volta renovado e feliz quando se reúne com os amigos pra brincar. Eu na minha vez costumo tomar café com as amigas, ir a lojas que homens não costumam ter paciência… uma vez fizemos um workshop de crochê! Eu e uma amiga nos disponibilizamos a ensinar outras amigas a crochetar!

    Espero aplicar a sexta-feira feliz quando nossa filha já estiver maiorzinha. Creio que será muito divertido!

    Como sempre, vc me inspira!

    Curtir

    • Oi Tiemi, esse spa no seu marido… ele deve adorar mesmo. Fiquei até imaginando a cena do meu marido também kkkkkkk, ele adora um cafuné, imagina uma hidratação capilar? Se eu falar pra ele, tenho certeza que ele vai tentar implantar em casa… acho que ainda não consigo colocar essa rotina em casa, mas mais pra frente, quem sabe, né? Achei muito lindo vocês dois fazerem disso uma rotina. Cuidar do outro, tocar no outro, são ações muito importantes que a gente acaba negligenciando, principalmente com o nascimento dos filhos. Essa de receber os amigos em casa eu também quero fazeeeeerr… Se eu morasse aí perto ia me oferecer para ser convidada também hahahaha. Você está com muitas ideias boas, vou copiar algumas pra fazer em casa rsrs. Beijos.

      Curtir

  6. Ola Yuka,

    Gosto da forma como compartilha sua rotina e o quanto isso pode influenciar as pessoas. É fácil notar que não é preciso muito dinheiro para ter uma rotina com qualidade e sem monotonia. Penso que a maior reclamação das pessoas não se refere a rotina, mas sim a monotonia massante do dia a dia, pensam que a mudança deste mal estar está relacionado a necessidade de gastar dinheiro. É uma grande confusão.
    Abraço.

    Curtir

    • Verdade, rotina de qualidade não significa necessariamente botar a mão no bolso e abrir a carteira. Quando quis compartilhar as minhas rotinas semanais, escrevi de forma despretensiosa, mas realmente, analisando seu comentário, são rotinas simples que não exigem grandes gastos. Infelizmente as pessoas acham que sair da rotina, ou até mesmo para se divertir, é necessário muito dinheiro. Claro, dá para se divertir gastando rios de dinheiro, mas também dá para se divertir bastante gastando pouco. Beijão.

      Curtir

  7. Sabe o que é o mais gostoso do seu blog? Não tem fotos reais. Ficamos imaginando cada cena, é como ler um livro… Na verdade as vezes eu queria que tivesse, porque suas filhinhas devem ser as coisas mais lindas! rsrs
    Sempre que quero voltar à realidade entro aqui para ler seus textos, porque a vida real é tão maravilhosa! Passei a vivenciar mais isso depois que conheci meu marido que é do interior, no qual não tem muita coisa diferente pra fazer. Sempre que vamos para a cidade dele, que é ainda aonde os pais e avós dele moram, a maior alegria é reunir a família pra ouvir música, dançar, tomar cerveja, colocar as últimas resenhas em dia. O curioso é que sempre fazemos as mesmas coisas e todas as vezes são alegres e especiais. Não sei em que momento passamos a achar que o glamour que vemos nas vidas alheias das redes sociais tem mais valor.
    bjos Yuka!

    Curtir

  8. Sabe o que é o mais gostoso do seu blog? Não tem fotos reais. Ficamos imaginando cada cena, é como ler um livro… Na verdade as vezes eu queria que tivesse, porque suas filhinhas devem ser as coisas mais lindas! rsrs
    Sempre que quero voltar à realidade entro aqui para ler seus textos, porque a vida real é tão maravilhosa! Passei a vivenciar mais isso depois que conheci meu marido que é do interior, no qual não tem muita coisa diferente pra fazer. Sempre que vamos para a cidade dele, que é ainda aonde os pais e avós dele moram, a maior alegria é reunir a família pra ouvir música, dançar, tomar cerveja, colocar as últimas resenhas em dia. O curioso é que sempre fazemos as mesmas coisas e todas as vezes são alegres e especiais. Não sei em que momento passamos a achar que o glamour que vemos nas vidas alheias das redes sociais tem mais valor.
    bjos Yuka!

    Curtir

    • Oi Camila, ahhh minhas filhas são umas tchutchucas lindas rsrs. Acabo não postando nada por causa da privacidade, mas vontade não falta hehehe. Que delícia seu marido ser do interior, é muito bom. Eu adoro o pessoal do interior, são pessoas menos desconfiadas (do que as pessoas que moram na capital), mais acessíveis, acolhedoras… tanto que muitos dos meus melhores amigos ainda são da época que fiz faculdade em São Carlos. E é bem isso que você falou, a diversão era reunir pessoas, geralmente os encontros eram na casa de alguém, dificilmente gastávamos dinheiro. Esses dias fui na casa de uma amiga, ela mora com a família… tomamos café, tinha pão, bolo, suco, uma delícia. Levei meu marido, minhas filhas… se pudesse faria isso toda semana. Essa é a maior riqueza… Um grande beijo pra você.

      Curtir

  9. Pingback: Como gastar dinheiro em coisas que traz felicidade – Viver sem pressa

  10. Muito bom Yuka, parabéns!

    Com o tempo eu fui também descobrindo que os verdadeiros prazeres da vida estão nessas pequenas coisas, nesses pequenos momentos de paz, tranquilidade e distração com famílias e amigos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: