FOCO: a diferença entre você e todas as outras pessoas

Captura de Tela 2018-09-01 às 23.44.47

Eu gosto muito desta palavra: foco.

Tenho pensado muito, se quando digo que eu vou alcançar a minha independência financeira, o que me separa com o restante das pessoas não seria justamente o foco.

Foco é a diferença entre a pessoa que traça um plano para alcançar os objetivos, com o restante das pessoas.

Pessoas dizem estar preocupadas com a aposentadoria, com o plano da previdência, com o aumento do desemprego, com a inflação, mas poucas pessoas fazem algo a respeito, além de reclamar.

É fácil reclamar e culpar os outros, pois assim, não há a necessidade da mudança, enfim, os outros que mudem. Difícil mesmo é mudar as próprias atitudes para tentar escapar de uma determinada situação.

Faça uma análise das pessoas que estão à sua volta. Geralmente, costumam receber salários similares ao nossos: alguns ganham um pouco mais, outros ganham um pouco menos.

Quanto receberam no ano passado, somando todo o salário do ano? Talvez 20 mil? Talvez 50 mil? 100 mil reais? E desse dinheiro recebido, quanto foi poupado? A maioria responderá que não guardou nada.

Quando digo que meu estilo de vida não foi baseado em apenas 1 escolha, mas em milhões de escolhas é isso: eu escolhi colocar minhas filhas na creche municipal. Eu escolhi viver de forma frugal e minimalista. Eu escolhi o lugar onde moro atualmente (que é um bairro muito bom). Eu escolhi estudar todas as noites depois de colocar as minhas filhas para dormir.

São essas escolhas que criaram o meu estilo de vida atual. São esses conjuntos de escolhas que ainda me permite poupar e investir todos os meses. Se é fácil? É claro que não.

Enquanto há pessoas se divertindo no bar, há pessoas estudando.

Enquanto pessoas estão ativas nas redes sociais olhando a vida dos outros, há pessoas focadas na própria vida.

Enquanto há pessoas criticando as iniciativas dos outros, há pessoas que sabem onde quer chegar e acredita ser possível.

E quando todo mundo estiver desiludido, haverá pessoas descansando na sombra de uma árvore, colhendo o que plantou, vivendo a vida que sempre sonhou.

Tinha uma época que eu ficava frustrada, porque apesar de tentar explicar para as pessoas sobre a possibilidade de aprender a investir bem o dinheiro, a maioria não acreditavam em mim (e continuam não acreditando). Até que uma amiga falou que não são as pessoas que não acreditam em mim. São elas que não acreditam nelas mesmas.

Depois que compreendi e assimilei isso, passei a focar ainda mais na minha meta, nos meus objetivos, na minha família, nos meus estudos.

Percebi que essa era a nossa diferença: eu acredito na liberdade. Eu acredito ser possível ser livre. A maioria não.

Se você pensa que pode ou pensa que não pode, de qualquer forma você está certo. ~ Henry Ford ~

~ Yuka ~

Anúncios

28 comentários em “FOCO: a diferença entre você e todas as outras pessoas

  1. E como a fábula da Cigarra e da Formiga. Eu estou tentando aplicar esse ideal na prática, pois até o ano passado tinha dois empregos e atualmente só tenho um, que me remunera bem menos….

    Curtir

  2. Foco é realmente uma das coisas mais importantes! Quando eu era uma dessas pessoas que tinha dificuldade em acreditar em mim mesma, costumava associar o foco à uma coisa difícil, porque tinha tendência a achar que só era possível ter foco se fôssemos obsessivos rsrsrs. O que, no meu ponto de vista hoje, era só uma desculpa minha para mim mesma, para não fazer esforço em focar de fato, só porque eu não queria me tornar “obsessiva”.

    Aí então, fui estudando e entendendo que não tinha nada a ver com isso. Eu vi que nem sabia ao certo o que eu queria, por isso não focava. Começava algo, e não terminava. Faltava o “pra que” tô fazendo isso?! E então. revi tudo, reajustei a rota e estou hoje tendo muito mais facilidade em ter foco, porque existe um motivo grande e real!

    E a partir do momento que temos uma direção, todos os obstáculos que antes eram confundidos com sacrifícios, se tornam apenas desafios, e ficamos bem orgulhosos em superar cada um deles! E deixamos de querer que os outros pensem como nós, e temos cada vez mais força para continuar, porque começamos a colher resultados positivos acima da média das pessoas ao redor. É a confirmação que estamos na direção certa!!!

    Bjs!!!

    Curtir

    • Oie. O que você escreveu é bem interessante, acho que acontece com a maioria das pessoas (não focar por não saber ao certo o que quer). O minimalismo ajuda muito nessa questão, porque passamos a prestar atenção no que é essencial, no que queremos de verdade, sem se importar com a opinião de terceiros. A sua facilidade atual em manter o foco pode ser justamente por isso, você sabe o que você quer hoje. Então acaba ficando mais fácil correr atrás dos seus sonhos. Tenho essa mesma percepção que a sua, o que muitos descrevem como “sacrifício”, pra mim são desafios que me alegram, pois sei que a cada passo na direção certa, estou mais perto do meu objetivo. Beijos.

      Curtir

  3. Yuka,

    “Até que uma amiga falou que não são as pessoas que não acreditam em mim. São elas que não acreditam nelas mesmas.”
    Eu ainda não havia pensado nisso, mas faz muito sentido. O resultado financeiro da maioria ilustra bem essa questão, como você mesma percebeu.

    Boa semana!
    Simplicidade e Harmonia

    Curtir

  4. Olá, tudo bem?
    Minha vida é um grande exemplo.Passei muita fome e minha mãe era analfabeta.Na escola colegas e professores não acreditavam que poderia fazer faculdade e ter uma vida melhor.Foquei e apesar das dificuldades concluí meu curso superior em um universidade federal passei em vários concursos e hoje tenho uma vida minimalista e muito confortável, trabalhando 4 dias na semana.Em vários momentos pensei em desistir, não foi nada fácil e parecia que a vida nunca iria mudar.Mas hoje olhando para trás todo sofrimento valeu a pena.

    Curtir

    • Oi Marcela, olha que beleza. Eu imagino mesmo que não tenha sido fácil chegar onde você chegou. Várias renúncias, várias escolhas, vários sacrifícios. As pessoas não enxergam esse trabalho de bastidor que você fez, e acabam falando que você teve sorte. Dá muito orgulho olhar para trás e ver o caminho que percorreu, esse deve ser o seu caso. Beijos.

      Curtir

    • Marcela, você descreveu minha vida, eu também tive uma infância bem pobre e as pessoas ao meu redor não achavam que eu fosse capaz ou inteligente o suficiente para estudar e passar numa faculdade pública, até pq nunca fui de me exibir, hoje sou formada e concursada e tenho uma linda família…

      Curtido por 1 pessoa

  5. Oi Yuka !!
    Nossa Coaching !!
    Já pensou em escrever um livro ? To na fila já….rs
    Amei, to precisando disso de ter Foco…obrigada por mais um texto enriquecedor…
    Super bjssssssss ❤

    Dri 😀

    Curtir

  6. Adoro a sua forma de pensar Yuka. Me identifico muito com o que você escreve aqui.

    E é sempre uma inspiração ler seus textos. Me anima a seguir no caminho que eu acredito, mesmo parecendo errado para os outros.

    Curtir

    • Oi Claudia, obrigada!! Eu sempre penso que a maioria da população está presa no consumismo. E a maioria não faz nada para sair desta situação. Nós, que remamos contra a maré, teremos sempre dedos apontados para nós, justamente por não concordarmos com o que nos foi imposto. Isso provoca um estranhamento que as pessoas acabam julgando como errado, como se a gente não soubesse viver e aproveitar a vida. O caminho que estamos trilhando foi feito para poucas pessoas, porque a maioria simplesmente não vai acreditar, e mesmo se acreditasse, não vai querer se sacrificar momentaneamente para ter um benefício posterior muito maior. Essa pequena diferença se torna a grande diferença no futuro entre você e as outras pessoas. Beijos pra você.

      Curtido por 1 pessoa

  7. Oi Yuka, Tudo bem com vc e sua família?
    Como sempre gosto muito dos seus textos…de tanto ler seus posts tipo: a vida além do carro, rsrsr, to querendo vender o meu carro popular, mas já faz uns 6 meses que tento vender no particular e não consigo ( meu marido tem um SUV e uma moto e está desempregado e ele não quer abrir mão, dai vou desfazer do meu – tabela 24, quero 21, agencia paga 17), tá tão difícil vender que tô querendo levar numa agencia mesmo… gosto muito de ler a respeito dessa resistência ao consumismo!!!

    Curtir

    • Oi Andrea, estamos bem, obrigada. Sobre você se desapegar do carro, como seu marido está resistente em vender o dele, seria uma ótima ideia vender o seu, assim, terá menos gastos… sobre a diferença do valor da tabela, eu sou do tipo de pessoa que prefere pegar logo o dinheiro para poder investir rsrs (fiz isso quando vendi meu imóvel, não ia aguentar esperar 1 ano, 2 anos…), pois acredito que a diferença do valor se recupera relativamente rápido. Se investir os 17 mil em algo conservador, o diferença retornaria em 2 anos e alguns meses. Se investir na bolsa de valores, pode ser até mais rápido. Então é para se pensar mesmo, se não valeria a pena vender pelo preço que a agência está solicitando e se “livrar” de um gasto 😀

      Curtir

  8. Ótimo post.

    T. Harv Eker tem um ditado que diz “that which your focus on expands” que reverbera essa mensagem.

    E aprendi com experiência própria que a melhor forma de mudar os outros é mudando a si mesmo e se tornando o exemplo para o qual eles seguirem.

    Vamos seguindo em direção à IF!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: