Saber a importância de se colocar também como prioridade

Se você já viajou de avião, já ouviu a conhecida frase “Em caso de despressurização da cabine, máscaras cairão automaticamente a sua frente. Coloque primeiro a sua e só então auxilie quem estiver a seu lado”.

A ideia de colocar a máscara de oxigênio primeiro em você, para somente depois colocar nos outros tem um fundamento: dar prioridade para os outros primeiro, pode fazer com que você e a outra pessoa fiquem sem ar.

E é a partir desse ponto que darei início ao post de hoje.

A importância de se colocar como prioridade e ter amor próprio

Esse é o princípio básico para ter um relacionamento feliz. Infelizmente, vejo muitas pessoas começarem um relacionamento sem ter um pingo de amor próprio. Se você não se amar primeiro, como terá condições de amar alguém? Eis a razão de muitos relacionamentos não darem certo: quando a sua felicidade depende dos outros.

A importância de colocar o casamento como prioridade, ao invés de colocar somente os filhos

É claro que além dos filhos serem nossa prioridade, eles também dependem dos pais e ninguém aqui está discutindo isso. O que estou querendo dizer é que muitos casamentos terminam, porque o casal dá atenção somente e exclusivamente aos filhos, perpetuando o papel dos pais e esquecendo o papel de marido e mulher. Já conheci alguns casais que diziam que o filho era a prioridade máxima deles, que gostavam mais do filho do que do marido/esposa, e hoje, estão divorciados, cada um no seu canto. Eu entendi que quando colocamos o casamento como prioridade, o casal tende a ser mais unido. Isso acontece porque apesar dos filhos serem importantes, quando colocamos o casamento como prioridade, o casal tende a se comunicar mais, o clima da família torna-se mais saudável e como consequência do bom relacionamento dos pais, os filhos tentarão reproduzir esse ideal quando crescer.

A importância de se colocar como prioridade, ao invés de colocar o casamento

Essa questão é uma continuação do dois anteriores. Antes de ter um casamento feliz, é preciso ser feliz sozinho. Tem gente que se anula para agradar o cônjuge. Tem gente que deixa de encontrar os amigos. Outros deixam de vestir o que gosta, de fazer as coisas que tem prazer para agradar o parceiro. Se o seu parceiro não for um filho da p#!@, é claro que a pessoa ficará feliz com a sua felicidade. Ao se colocar como prioridade e fazer coisas que traz felicidade, essa mesma felicidade transbordará também para o parceiro, para os filhos. E isso não é e nem pode ser interpretado como egoísmo. Eu aprendi que quando cuido muito bem de mim, tenho força o suficiente para cuidar bem dos outros. Se estou mal, como terei forças para cuidar dos outros?

A importância de definir prioridades nas suas finanças

Essa frase pode ser usada também em relação às finanças. Conheço pessoas que se negam a juntar dinheiro, por não acharem justo enriquecer, enquanto há milhares de pessoas passando fome no mundo. São pessoas que apesar de terem a capacidade de poupar dinheiro, escolheram viver também na pobreza. Não perceberam que ao enriquecer, poderiam ajudar muito mais pessoas.

Saber a importância de se colocar como prioridade, é um ato de amor próprio.

~ Yuka ~

Anúncios

8 comentários em “Saber a importância de se colocar também como prioridade

  1. Para nós mulheres esse assunto é de extrema importância. A sociedade criou em torno das mulheres um fosso do tipo:Tem que ter um relacionamento e filhos para ser feliz.E como você escreveu temos que esta bem para nos relacionar com outros.Vejo como as meninas/mulheres estão doentes por seguir esse caminho.Por não estarem bem consigo depositam na figura de um homem a felicidade.Com isso casos com a da “Tatiane Spitznel” e outros não me surpreendem .Não nos ensinam a nos fortalecer como pessoa.Infelizmente não aprendi isso em casa pelo contrario, aprendi a não me aceitar.Com 32 anos e depois de muitas dores eu estou caminhando nessa estrada e quando e se tiver filho vou ensina-lo(a) a se fortalecer como ser humano e depois se relacionar.

    Curtir

    • Oi Marcela, realmente, os homens são pressionados, mas recai muito mais na mulher a obrigação de casar, ter filhos, ter uma barriga sarada depois do nascimento dos filhos… mesmo o movimento #MeToo, quando lemos os comentários, as mulheres são as mais agressivas e culpam as próprias mulheres pelo assédio dos homens. O amor próprio não nos é ensinado na escola, nem em casa, e muitos dos nossos melhores amigos também não sabem o real significado do amor próprio. Você disse que tem 32 anos de idade. Eu tinha 32 anos em 2013, o ano que eu criei este blog, ainda cheia de insegurança e minhocas na cabeça. Como você, também não aprendi a lidar com esse sentimento tão importante que é nos colocar como prioridade. Os anos vão passando e com isso a maturidade vem, passamos a não nos importar tanto com a opinião alheia, além disso, aprendemos a mandar alguém se danar com elegância rsrs. Ter consciência é o primeiro passo para a grande mudança, e isso você já alcançou. Um beijo.

      Curtir

  2. Muito bem colocado! Comecei a aprender isso por necessidade de sobrevivência, rsrs, mas hj vejo muitas questões que rondam esse assunto…

    Acho que quando não estamos conscientes na nossa existência, geralmente tendemos a priorizar os outros, porque no fundo, se der m#*rd@ sempre haverá uma justicativa rs. Falta força pra descobrir quem somos, o que queremos, dá uma preguiça e focamos os filhos, o trabalho, o parceiro, tudo menos nós mesmos.

    Até tudo começar a dar “errado” e somos forçados a olhar pra gente para sobreviver! Não tem como estar emocionalmente disponível para o outro sem estarmos primeiro para nós. E no fundo, é egoísmo sim. Mas é o ego que faz com que a gente permaneça em segurança no corpo, se alimente, se cuide, se ame, para aí sim, amar o próximo!!! Mas veja só: todo o sistema faz pensarmos que não devemos ser egoístas rsrsrsrs!

    Isso rende boas discussões. Na verdade, as questões existenciais são muito interessantes porque são muito paradoxais! Totalmente condizentes com um planeta de opostos!

    Ótima semana pra vc!! Bjsss!!!

    Curtir

    • Oi Debora, adorei seu comentário. E complementando o que você escreveu, fazer o que todo mundo está fazendo, falar o que todo mundo fala, é uma forma de participar do grupo, de fazer parte de uma tribo. Dar prioridade aos outros faz com que a gente sempre tenha uma desculpa para adiar o que de fato precisamos fazer: encarar a nós mesmos. Descobrir o que gostamos de fazer, quem somos nós, qual a nossa opinião em relação a um determinado assunto dá trabalho. E é isso que a maioria não quer ter.. trabalho. Beijos pra você.

      Curtir

  3. Super concordo, cada vez mais tenho pensado em mim, nas coisas que eu gosto e em estar bem, assim percebo que o restante da família acaba recebendo nossa alegria com um tratamento bem melhor do que se estivesse mal. Já faz muito tempo que te acompanho e não peco nenhum post, são de muita reflexão. Gostaria de te perguntar Yuka, você não tem mais sua horta?

    Curtir

    • Oi Silvia, nossa, faz tempo que você me acompanha mesmo, pra lembrar da hortinha rsrs. Então, há uns 3 anos, eu mudei de apartamento, e desde então, não consegui mais ter uma hortinha. Tentei colocar jardineiras na janela, mas elas queimavam de tanto sol. Dentro de casa também não deu certo, até tentei deixar na lavanderia, onde não batia sol, mas aí as raízes apodreciam, e no fim das contas, acabei doando os vasos e as poucas plantas que sobreviveram para a minha mãe, que tem um terraço pequeno no apartamento dela. Às vezes ainda lembro da abelha que me visitava todo dia (na minha cabeça, era a mesma abelha que me visitava todo santo dia) e proibi do meu marido espanta-la do jardim, ou de quando colhia as ervas no quintal enquanto cozinhava uma comida. Mas enfim, foi uma época que passou, pelo menos por enquanto. Beijos.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: