E quando a culpa é sempre do outro?

culpa

Você conhece pessoas que culpam sempre o outro?

Que é pobre por causa da corrupção do país.

Que não recebe aumento por causa do chefe.

Que só tem pessoas mal agradecidas em volta.

Que não é feliz por causa do namorado.

Que é do jeito que é por causa da família.

Atrasou porque o despertador não tocou.

Culpa do marido que não acordou.

Do vizinho que é barulhento.

Do trânsito que está lento.

Para estas pessoas, atenção!

“Sua vida é o resultado das escolhas que faz. Se não gosta da sua vida, está na hora de começar a fazer melhores escolhas.”

~ Yuka ~

Anúncios

21 comentários em “E quando a culpa é sempre do outro?

  1. A reflexão é boa e importante…porém, tenho aprendido que há sempre escolhas propostas e circunstâncias impostas…no primeiro caso depende mais da ação pessoal, mas, no segundo, existem circunstâncias sociais que nos escapam à escolha, mesmo que não sirvam de justificativas para responsabilizarmos ( prefiro responsabilidade do que culpa), o outro…apenas refletindo…

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Estevam, acabei generalizando no post, mas a crítica serve mais para as pessoas que ganham bem, mas que preferem culpar o outro (no caso a política, corrupção, etc) do que se responsabilizar de que não sabe poupar e organizar o próprio dinheiro. Vejo muitas pessoas reclamando de que não consegue guardar dinheiro porque ganha pouco. E olha, não ganham pouco. Ganham bem. Não guardam porque preferem gastar em restaurantes, jóias, roupas. Você tem razão quando diz que há circunstâncias sociais. Um beijo.

      Curtido por 2 pessoas

    • Olá Rosana, a sabedoria muitas vezes vem em forma de humildade de reconhecer que tinha uma opinião equivocada. Tem acontecido isso com o meu marido. Ele era um desses, que culpava o governo, o chefe, o Brasil pelas coisas ruins que aconteciam em sua vida. Quando ele mudou de postura, as coisas começaram a fluir. É impressionante a mudança. Beijos.

      Curtir

  2. Como sempre ela humilha nos textos.

    Betânia Bettu

    Telefone (45) 9 9851-8420

    “Deus nos concede a cada dia uma página de vida nova no livro do tempo.

    Aquilo que colocamos nela corre por nossa conta..”

    ________________________________

    Curtir

  3. Seus textos e reflexões como sempre muito bons… Creio que culpamos, ou como disse Estevam acima, responsabilizamos o outro porque é mais fácil e mais cômodo do que admitir que estamos errados!! É bem mais difícil “olhar o próprio rabo”… rsrs abraços Yuka!

    Curtir

    • Oi Tatiana. É muito difícil reconhecer que estamos errados. A gente não quer enxergar isso, é natural do ser humano. Mas quando a gente reconhece o erro, damos um grande passo inicial para a mudança, porque sem saber o que está fazendo de errado, nada mudará. Quando reconhecemos o erro, o movimento da mudança se inicia. Beijos!!

      Curtir

  4. Acredito que seja uma falha quase – eu disse quase – inerente a nossa espécie, sobretudo a nós brasileiros. Vc fica observando gerações fazendo, exatamente, a mesma coisa, ou seja, cometendo os mesmos erros e culpando o país, a política, os políticos, a instabilidade internacional, etc, etc, pela vida difícil e sem horizontes qdo a pessoa não estudou qdo deveria, não procurou se esforçar e ser assertivo qdo podia, cometeu uma série de atropelos que culminaram em um viver precário e sem perspectivas, mas como Estevam bem colocou e vc concordou, existe uma parte de tudo isso que não podemos controlar – é o que costumamos chamar destino.

    Curtido por 1 pessoa

    • É Márcia, infelizmente nós somos uma raça onde não aprendemos com os erros… e ainda temos mania de postergar as coisas mais importantes e sempre pensar a curto prazo. E isso se reflete demais na política. Gestores não pensam a longo prazo, fazem pontes, mas não pensam na educação (que só se vê o resultado depois que uma geração cresce. A Coréia fez isso, investiu pesado na educação há algumas décadas, e estão colhendo os frutos agora)… as pessoas que são pobres (os de verdade, não os da classe média que se consideram pobres), e que sobrevivem com quase nada, são os que mais sofrem com o descaso dos políticos, e são esquecidos pelos cidadãos, dos vizinhos, enfim, de todos.

      Curtir

    • Obrigada! É uma das minhas frases preferidas. A maioria das pessoas preferem reclamar. Se ao invés de reclamar, pensassem em como solucionar os problemas, tenho certeza que a vida seria mais leve. Bjs.

      Curtido por 1 pessoa

  5. Excelente reflexão !!! Também sou a favor da palavra responsabilidade ao invés de culpa, mas sei que é só uma questão semântica (rsrsrsrs)…. o mundo seria muito melhor se todos se responsabilizassem por suas escolhas e aguentassem o “tranco” das consequencias…. mas, na minha opinião, isso é cultural…. e é preciso muito movimento para esse padrão ser mudado…. tenho tentado fazer a minha parte e assumir TODAS as minhas escolhas com tudo que elas trazem pra mim. Obrigada por compartilhar!!! Bjs

    Curtir

    • Oi Dacira, é muito difícil a gente reconhecer que fizemos escolhas erradas, mas quando conseguimos ter esse discernimento, conseguimos dar a volta por cima mais rápido, e o melhor, evitamos de repetir o mesmo erro. Enquanto os outros são culpados, a nossa tarefa é esperar que o outro mude, que o outro tome consciência, que o outro peça desculpas… E quando nos responsabilizamos pelos nossos próprios atos, nós é que temos que mudar. E aí começa a dificuldade… Nesse mundo atual em que vivemos, onde a culpa é sempre do outro, pessoas como você que reconhecem a culpa e tenta mudar o próprio destino, são vencedoras. Beijos.

      Curtir

  6. Pingback: E quando a culpa é sempre do outro? — Viver sem pressa..Meire Jimenez – Moda & Música & Afinidades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: